Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Quando Deus pede a Abraão para sair do Egito, a caminho da terra prometida, ele diz que a terra que receberão corre leite e mel (cf. Ex 3,8). Essa comparação nos mostra como essa terra seria valorosa, algo especial, pois o leite e o mel têm altos valores nutricionais.

Portanto, vamos falar um pouco sobre o leite, que é um alimento de grande importância para nossa saúde desde a infância, pois é o principal alimento para o crescimento da criança e seu desenvolvimento. Fomos, desde então, criando o hábito de consumir esse produto.

Já ouvimos e lemos muitas coisas sobre o consumo de leite, mas o que ele pode trazer de benefício para nossa saúde, e qual cuidado e atenção devemos ter ao consumi-lo?

O leite é ou não é benéfico?

Antes de respondermos essas perguntas, é importante sabermos que o leite é um alimento de alto valor nutritivo, fonte de energia, proteína (contém o que chamamos de aminoácidos essenciais), gorduras, vitaminas ( B1, B2, A, D, E e K) e minerais (Cálcio, Fósforo e Magnésio).

Composição do leite:

água (87,30%), lactose (4,90%),

gordura (3,80%), proteínas (3,30%) e

minerais (0,72%)

Como todos esses nutrientes, o consumo do leite pode nos trazer vários benefícios, como algumas pesquisas científicas desenvolvidas pelo Departamento de Alimentação e Nutrição de Campinas têm nos demonstrado:

1. Anticancerígenas

Em várias pesquisas, tem sido demonstrado que proteínas do soro do leite apresentam ação inibitória para diversos tipos de câncer (pesquisas feitas com animais);

2. Antimicrobiana

Algumas proteínas do leite, como a lactoferrina e a lactoferricina inibem a proliferação e o crescimento de bactérias, bem como de leveduras, fungos e protozoários;

3. Imunidade

Atua na formação da imunidade dos recém-nascidos por meio da ação das imunoglobulinas presente no leite;

4. Proteção do Sistema Cardiovascular

De acordo com pesquisas, as proteínas do leite podem também proteger o sistema circulatório e cardíaco, reduzindo os níveis de triglicérides e colesterol sanguíneo.

5. Benefício à atividade esportiva

As proteínas do leite possuem uma composição de aminoácidos que favorecem a síntese de proteínas musculares, o que auxilia bastante na prática de atividades físicas;

6. Outras

Possui elevado teor do aminoácido chamado triptofano, que, por sua vez, é precursor de serotonina e melatonina. Estes, por sua vez, provocam efeitos comportamentais no apetite, na saciedade, no humor, na percepção da dor e no ciclo de dormir e acordar.

Existe algum malefício?

Mesmo diante de tantos benefícios, é preciso saber que a lactose – açúcar presente no leite – é digerida com ajuda da enzima lactase, produzida pelo organismo de crianças. Nos humanos, a produção de lactase declina até a fase adulta, em muitos casos até o ponto em que a lactose não pode ser mais digerida, ocasionando o que conhecemos como ‘intolerância à lactose’. Essa doença provoca diarreia, vômitos, sensação de “estufamento” em decorrência da produção de gases, dores abdominais e de cabeça.

Outro problema que podemos encontrar é a alergia à proteína do leite, como a caseína por exemplo. A caseína possui a propriedade de ativar células que chamamos de mastoides, que, por sua vez, podem provocar uma resposta alérgica, pela produção de histamina. Por isso, pessoas que já têm tendências a desenvolver alergias, é orientado que se evite o consumo de leite.

O seu organismo é quem dita!

Vale ressaltar, porém, que nem todas as pessoas desenvolvem esse problema com a lactose ou com a própria proteína do leite, por isso não é necessário se privar do seu consumo se não possui alguma dessas realidades, já que cada organismo reage de uma forma.

Fica então a dica: se você perceber alguma reação diferente no seu corpo quando ingerir o leite e seus derivados, procure um profissional da área para ajudá-lo e orientá-lo. Mas se não perceber nenhum efeito, vamos fazer uso de todos os nutrientes que o leite nos fornece e todos os benefícios que ele nos traz.

Deus os abençoe!

Cristiane Pereira Zandim nasceu em Brasília / DF. É missionária na comunidade Canção Nova desde 2011. Cursou Nutrição na Universidade Universidade Federal Dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM).

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.