Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

São R$ 195,3 milhões para melhorias em hospitais públicos e filantrópicos de diversos municípios, que atendem pelo SUS. Recursos incluem obras e aquisição de equipamentos. Também foram assinados convênios com consórcios de saúde e repassadas 58 novas ambulâncias.

Dentro do montante de R$ 323 milhões para a área da saúde, confirmado pela governadora Cida Borghetti ontem (25), R$ 195,3 milhões serão destinados para melhorias da rede hospitalar do Paraná. Os recursos incluem obras, aquisição de equipamentos e ambulâncias, além de outros recursos para hospitais públicos municipais e filantrópicos.

A governadora enfatizou a política do Governo do Estado de reforçar as ações no Interior, levando serviços cada vez mais próximo do cidadão. “O Estado investe na regionalização da saúde, garantindo que as pessoas tenham o atendimento adequado e de qualidade na mesma cidade ou região onde vivem. O bem-estar das pessoas é o foco do nosso governo”, afirmou Cida.

Entre as medidas está a implantação da quarta fase do programa Hospsus, de apoio e qualificação dos hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde do Paraná, dirigida a hospitais públicos municipais. “Toda a rede de atenção hospitalar está sendo atendida neste momento com algum tipo de recurso ou incentivo, além de oficialização de contratos”, afirmou o secretário estadual da Saúde, Antônio Carlos Nardi.

Dentro desta etapa, foram liberados R$ 6,5 milhões para a aquisição de equipamentos hospitalares e obras em hospitais de 22 municípios. Os recursos serão encaminhados diretamente aos fundos municipais de saúde, que devem aplicá-los nos hospitais municipais.

Pelo programa, o Estado garante até R$ 500 mil para obras de construção, instalação, ampliação, reforma e recuperação dos hospitais, divididos em três parcelas; e até R$ 300 mil, em parcela única, para a aquisição de equipamentos.
Confira as medidas para os HOSPITAIS PÚBLICOS.

Filantrópicos

O pacote de medidas também incluiu convênios com hospitais filantrópicos e consórcios prestadores de serviços. Os investimentos de R$ 18,1 milhões vai beneficiar 24 entidades. Entre as unidades beneficiadas estão os hospitais da Providência e o Nossa Senhora das Graças, que atende a 16 municípios da região de Apucarana. As unidades receberam R$ 330 mil para a compra de equipamentos. “Os hospitais filantrópicos não conseguem sobreviver sem a ajuda de órgãos governamentais. Recebemos o apoio de custeio do Governo do Estado e temos buscado recursos para equipamentos, porque os hospitais não conseguem adquirir sozinhos”, contou a diretora-geral dos hospitais, Irmã Geovana Aparecida Ramos. Confira os  HOSPITAIS FILANTRÓPICOS beneficiados.

Foram firmados, ainda, novos convênios com a rede de prestadores de serviços hospitalares, com assinatura de 23 contratos, que somam repasses de R$ 4,7 milhões por mês. Isso significa um impacto anual de R$ 57,3 milhões no orçamento da saúde estadual. ConfiraAQUI

Ambulâncias

O Governo do Estado renovou a frota de ambulâncias do Estado com a entrega, nos últimos anos, de 831 veículos para que municípios, hospitais, Samu e Siate reforcem a retaguarda de transferência de pacientes em situação de urgência e emergência.

Somente nesta segunda-feira foram entregues 58 ambulâncias de remoção, que vão reforçar a frota dos municípios, da rede de hospitais próprios do Estado e do Samus Regionais. O investimento total é de R$ 7,6 milhões, sendo que cada veículo custa R$ 131 mil.

Receberam as ambulâncias os hospitais Osvaldo Cruz, Infantil Campo Largo, São Roque, Tibagi, Guaraqueçaba e o Hospital Regional Ponta Grossa. Quatro veículos também foram encaminhados para o SAMU de Cascavel.

Os municípios beneficiados foram Ventania, Cambará, Nova Londrina, Terra Boa, São Manoel do Paraná, Nova Tebas, Ivatuba, Amaporã, Cafezal do Sul, Querência do Norte, Alto Paraná, Bela Vista do Paraíso, Carlópolis, Itaúna do Sul, Guaraqueçaba, Paiçandu, Sabáudia, Francisco Alves, Iporã, Califórnia, Ubiratã, Adrianópolis, Santo Antônio do Caiuá, Palotina, Marechal Cândido Rondon, Antonina, Quitandinha, Tunas do Paraná, Piên, Rio Negro, Paranaguá, Floresta, Marialva, Cerro Azul, Quatro Barras, Campina Grande do Sul, Agudos do Sul, Itaperuçu, Mandirituba, Tijucas do Sul, Almirante Tamandaré, Pontal do Paraná, Londrina, Mandaguari, Mandaguari, Terra Rica, Nova Cantu, Roncador, Marilena e Antonina.

Presenças

Participaram da solenidade o chefe da Casa Civil, Dilceu Sperafico; os secretários estaduais da Fazenda, José Luiz Bovo; da Segurança Pública, Júlio Reis; da Justiça, Elias Thomé; e da Agricultura e Abastecimento, George Hiraiwa; o defensor público-geral do Estado, Eduardo Abraão; os deputados federais Ricardo Barros, Alex Canziani e Luciano Ducci; e os deputados federais Pedro Lupion, Maria Victória, Luiz Claudio Romanelli; Alexandre Curi, Paulo Litro, André Bueno, Jonas Guimarães, Bernardo Ribas Carli, Élio Rush, José Carlos Schiavinato; Artagão Junior, Doutor Batista, Tião Medeiros e Claudio Palozi.

Governo autoriza pagamento a hospitais sob intervenção


Para evitar a desassistência à população, o Governo do Estado também autorizou o pagamento de R$ 3,9 milhões a quatro hospitais que estão sob intervenção da justiça. Os convênios de subvenção social garantem que o Governo do Estado repasse recursos de custeio às instituições que não possuem certidões negativas em função da intervenção. Os recursos serão destinados aos hospitais Evangélico de Curitiba; Santa Casa de Cambé; Hospital San Raphael de Rolândia; e Hospital Cristo Rei de Ibiporã.

Pagamentos a consórcios, prestadores de serviço e fornecedores

Além dos repasses aos hospitais conveniados, foram feitos ainda pagamentos a consórcios intermunicipais de saúde, prestadores de serviços e fornecedores, que somam R$ 102 milhões. Os pagamentos são referentes a convênios dos programas Mãe Paranaense e programa de apoio aos hospitais; custeio dos Samus; incentivo do pelo programa de apoio à atenção primária, compra de equipamentos e medicamentos e pagamentos de serviços de oncologia e de média alta complexidade ambulatorial. A soma também inclui o valor de R$ 1,2 milhão que foi repassado para a construção do Hospital Regional de Ivaiporã.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios