Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Dados preliminares do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde mostram que, em uma semana, o Paraná aplicou cerca de 84,5 mil doses da vacina contra sarampo e outras 86,5 mil da vacina contra poliomielite. Os números correspondem a aproximadamente 14% das doses previstas para aplicação em todo o Estado. A previsão é de que até o final da campanha 581 mil crianças sejam vacinadas.

A campanha nacional de vacinação contra as duas doenças começou em 6 de agosto e prossegue até o dia 31. Devem ser vacinadas todas as crianças com idade entre 12 meses e 4 anos, 11 meses e 29 dias, mesmo as que já foram vacinadas.

No caso da poliomielite, as crianças que não tomaram nenhuma dose durante a vida recebem a vacina inativa poliomielite (VIP), injetável. Aquelas que tomaram anteriormente uma ou mais doses da vacina VIP, recebem a vacina oral poliomielite (VOP), em gotinhas. Para proteção contra o sarampo, todas as crianças tomam uma dose da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Antônio Carlos Nardi, a meta é vacinar pelo menos 95% das crianças que fazem parte do público-alvo. Ele lembra que a alta cobertura vacinal é a única forma de manter as duas doenças controladas e, também, de evitar que o surto de sarampo registrado em alguns estados brasileiros se espalhe.

“No Paraná não temos registro de sarampo ou de poliomielite há décadas. Mas os vírus dessas duas terríveis doenças ainda estão em circulação no mundo. Se não vacinarmos nossas crianças, o sarampo e a poliomielite podem ressurgir em nosso Estado. Não podemos deixar que isso aconteça”, diz Nardi.

Comparativo

Na primeira semana da campanha em todo país foram aplicadas 1,16 milhão de doses de vacina contra a poliomielite e 1,15 milhão de doses da vacina tríplice contra o sarampo. Até o final da campanha, cerca de 11,2 milhões de crianças deverão ser imunizadas em todo Brasil.

Entre os estados, Rondônia, que antecipou o início da campanha para 9 de julho devido aos casos de sarampo registrados no Norte do país, já aplicou 40% das doses previstas. São Paulo, outro estado que antecipou o início da campanha com a realização de um Dia D em 4 de agosto, conseguiu aplicar 27% das doses previstas.

No Paraná, as regionais de saúde que se destacaram na primeira semana da campanha foram as de Campo Mourão (11ª Regional) e Paranavaí (14ª Regional). Nos municípios da 11ª Regional, 26,4% das doses de vacina contra poliomielite e 24,4% das de sarampo já foram aplicadas. Na 14ª Regional foram aplicadas 24,4% das doses de pólio e 24,1% das de sarampo.

Dia D

Para reforçar a vacinação contra pólio e sarampo, no próximo sábado (18) acontece o Dia D da campanha. Nesta data municípios de todo país estão convocados a organizar ações que incentivem e facilitem a imunização das crianças. A estimativa do Ministério da Saúde é de que 36 mil postos de vacinação de todo Brasil sejam abertos no sábado.

“Os pais e responsáveis que ainda não levaram suas crianças para se vacinar devem aproveitar essa oportunidade. Não podemos arriscar a saúde das nossas crianças”, alerta o secretário da Saúde.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios