Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Saúde 28/04/2017  09h25

Prefeito anuncia liberação de repasses para a Saúde em Londrina

Em encontro com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, e o secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, foram liberados cerca de R$2 milhões para melhorias nas UBSs

Após visita realizada nesta semana ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, anunciou que obteve a liberação de recursos para a realização de melhorias em 15 Unidades Básicas de Saúde (UBSs). A quantia destinada será de, aproximadamente, R$2 milhões, que poderão ser repassados ainda no primeiro semestre. Os recursos vão contemplar pequenas reformas estruturais para correção de danos nas unidades.

Durante o encontro, que teve a participação do secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, o prefeito explicou ao ministro que está sendo realizado um planejamento com ações de curto, médio e longo prazo, na área de saúde pública. “Para isso criamos um grupo de trabalho com a participação de todos os hospitais terciários, como a Santa Casa, Hospital do Câncer, Hospital Evangélico, a 17ª Regional de Saúde, o Hoftalon, ou seja, todos aqueles que prestam serviços de saúde em Londrina.”, afirmou.

Dentre as dificuldades que a saúde pública enfrenta em Londrina, o prefeito ressaltou a falta de profissionais nas UBSs. “É preciso reestruturar as unidades básicas, mas o grande trabalho para melhorar a saúde pública de Londrina é conseguir recompor o quadro de funcionários para atender a população. Precisamos contratar 227 profissionais médicos, e mais outros para estruturar a saúde pública, o que custaria hoje perto de R$40 milhões. Mas, temos um déficit financeiro previsto para este ano de 120 milhões, e estamos economizando para corrigir, com muito custo. Então é importante que a cidade saiba dessa situação, pois o problema existe, e vamos todos nós, londrinenses, nos unirmos para buscarmos e encontrarmos a solução”, frisou.

Marcelo citou ainda que o ministro Ricardo Barros conquistou repasses anuais de cerca de R$20 milhões para o custeio da saúde pública do Município. “Essa visita foi com o intuito de expor ao ministro as dificuldades enfrentadas pelos hospitais terciários, e também pela atenção básica de saúde. Também pude dizer que estamos concluindo os estudos junto aos hospitais e a Secretaria Municipal de Saúde para, futuramente, procurá-lo e buscar seu auxílio. E ele se colocou à nossa disposição, como sempre fez”, destacou.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios