Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Serão investidos quase R$ 160 mil em melhorias na unidade; atendimentos durante a reforma serão realizados na UBS do Jardim Ideal

Para ofertar à população um local de atendimento à saúde mais adequado, com uma infraestrutura melhor e mais bonita, o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, e o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, assinaram, ontem (20), a ordem de serviço para a reforma da Unidade Básica de Saúde (UBS) Dr. Ody Silveira do Centro Social Urbano (CSU), situado à Rua Atílio Scudeler, 283, na Vila Portuguesa. Esta é a quinta unidade de saúde a iniciar a reforma durante a gestão de Marcelo Belinati.

Durante a solenidade, também foram entregues quatro veículos, adquiridos com recursos de emenda parlamentar da época em que o prefeito Marcelo Belinati era deputado federal. Três deles foram entregues para as unidades dos Centros de Apoio Psicossocial (CAPS) de Londrina e um para a UBS do Jardim Padovani.

Na unidade do CSU serão feitas a revisão e recuperação de esquadrias metálicas, a substituição de vidros, a melhoria nas instalações hidráulicas, a adequação dos rufos e calhas, troca do telhado danificado, além da pintura de paredes. Os profissionais também vão melhorar a comunicação visual e farão a recuperação do muro e do abrigo de resíduos da unidade. As calçadas, pisos e os acessos da UBS também receberão a reforma.

Ao todo, serão investidos R$ 158.650,42 para as obras. A empresa vencedora da licitação e responsável pelos serviços é a Makino Construções Civis LTDA. Ela terá 120 dias para executá-los, a contar da data de assinatura da ordem de serviço. Esta unidade foi inaugurada em 1979 e passou por duas reformas desde então, sendo uma com ampliação em 1998 e outra em 2014. Ela tem mais de 290 metros quadrados de espaço construído, para atender a população.

O prefeito ressaltou que trata-se de uma unidade de saúde muito importante, que atende uma região com milhares de pessoas. Ele lembrou que a reforma faz parte do Programa de Reestruturação da Saúde Pública Municipal, que contempla a recuperação de todas as 54 unidades de saúde, com a troca de equipamentos e mobiliários, reforma do Pronto Atendimento Infantil (PAI) e da Maternidade Municipal, e construção da nova sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e do Centro Especializado de Reabilitação (CER), para atender pessoas com deficiência. “Os recursos para estas obras já estão garantidos e advém da Prefeitura, Governo do Estado e Governo Federal”, informou.

Paralelamente, segundo o prefeito, o município está fazendo um estudo para recompor o quadro de servidores da saúde. “O nosso grande desafio é encaixar, dentro do orçamento da Prefeitura, os recursos necessários para recompor o quadro de servidores. Mas nós vamos fazer isso, de forma gradativa”, explicou.

Durante a solenidade, o secretário Felippe Machado abordou o papel importante da população no cuidado e manutenção dos espaços públicos, que muitas vezes são danificados por atos de vandalismo. “Quando isso acontece, a unidade deixa de atender toda uma comunidade. Por isso aproveitamos para solicitar que as pessoas nos auxiliem, durante a reforma, no sentido de vistoriar, até mesmo acompanhando o andamento das obras, para que possamos devolver uma unidade de qualidade para os moradores da região, com um melhor atendimento”, frisou.

Representando a diretoria da 17ª Regional de Saúde, Ricardo de Oliveira, apontou que a Prefeitura está investindo na Atenção Primária, a grande ordenadora do processo de trabalho no setor de saúde. “Sabemos que só com o fortalecimento desta área conseguiremos melhorar a condição de saúde da população e promover melhoria nos indicadores de saúde. O governo do Estado tem feito uma grande parceria com o município de Londrina e acreditamos que esta união irá perdurar por muito tempo”, afirmou.

A coordenadora da unidade de saúde, Eliane Ferrari Liviero Della Flora, explicou que há quatro anos, quando o prédio da unidade recebeu uma melhoria não foi suficiente para sanar todos os problemas, que agora serão revistos pelo município. “Desde o começo do ano passado se está planejamento uma reforma na UBS, porque a realizada em 2014 não contemplou todos os pontos que precisavam de reforma e que agora serão arrumados”, disse.

Nesta unidade, os profissionais de saúde realizam atendimento de clínica-médica, clínica-odontológica infantil, adulto e gestante, de pediatria e ginecologia, além de contar com a equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) com profissionais da área de nutrição, fisioterapia, farmácia, psicologia e educação física que realizam grupos de combate à dor e de alongamento.

Ao todo, a área de abrangência engloba mais 10 mil pessoas, moradoras dos bairros Jardim Fortaleza, Palmares, Paulista, Progresso, Real, Vânia, Paschoal Cantoni, Parques Bom Retiro, das Águias e São Lourenço, Vilas Ballarotti, Rica, Vila Filipin, Independência, Marizia, Portuguesa, Primavera, Rando, Recreio, Lote 91, São Caetano, Mattarazzo e Zanetti, Conjuntos Habitacionais Barra Vento e Plaza de Las Torres.

Atendimento

Durante a reforma da unidade de saúde, os trabalhos de consultas e vacinas, assim como os atendimentos dos Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) e os profissionais do NASF estão sendo realizados na Escola Municipal Américo Sabino Coimbra, localizada na Rua Zacarias de Góes, nº 98, no Jardim Paulista. Já os procedimentos de odontologia estão sendo realizados na sede da UBS do Jardim Ideal, situada à Rua Ametista, 419.

Também estiveram presentes na solenidade, o vereador João Martins, o líder da comunidade Aédio Meireles, o representante da Makino Construções Civis LTDA, Bruno Makino Rezende, além dos profissionais da unidade de saúde e a comunidade local.

Dayane Albuquerque e Ana Paula Hedler/NC/PML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios