Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ação irá ocorrer neste sábado (1), em duas unidades escolares; qualquer pessoa com mais de 6 meses de idade pode ser imunizada, desde que faça o agendamento prévio pela internet

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realiza mais uma ação de vacinação contra a gripe no próximo sábado (1), das 8 às 14 horas. Serão disponibilizadas 7 mil doses voltadas para toda a população com idade acima dos 6 meses. A iniciativa irá ocorrer em dois pontos de vacinação: Centro Municipal de Educação Valéria Veronesi (supercreche), que fica na Rua Benjamin Constant, 800, Centro; e Escola Municipal Moacyr Teixeira, na Rua Luís Brugin, 775, Conjunto Violim, região norte.

Para ser imunizado é necessário fazer agendamento prévio pela internet, no Portal da Prefeitura (clique aqui). No ato da vacinação, é preciso levar um documento de identificação com foto e desejável a apresentação da Carteira da Vacinação. As doses disponibilizadas são aquelas remanescentes da Campanha Nacional de Vacinação, que encerrou no dia 30 de junho em todo o território nacional.

No último sábado (25), a Prefeitura de Londrina realizou uma grande ação de vacinação contra a gripe. Foram 20.150 doses aplicadas na população com idade acima de 6 meses, sendo 7.450 distribuídas em drive-thru (sem sair do carro), no estacionamento do Catuaí Shopping, e 12.700 em unidades escolares, para pessoas que fizeram o agendamento prévio.

A ação contou com o envolvimento de mais de 300 profissionais de saúde e voluntários, garantindo a imunização para todos até as 18 horas. A mobilização contou com apoio da Secretaria Municipal de Educação, Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), Guarda Municipal, Tiro de Guerra e Catuaí Shopping.

Com estes números, Londrina atinge a marca de cerca de 180 mil pessoas imunizadas contra a gripe, desde o início da Campanha. Os públicos prioritários da Campanha Nacional de 2020 foram crianças, de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, gestantes, mulheres em pós parto, idosos com 60 anos ou mais, adultos de 55 a 59 anos, profissionais da saúde, pessoas com deficiência, pacientes com doenças crônicas não transmissíveis, caminhoneiros, profissionais das forças de segurança e salvamento e os professores da rede pública e privada.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe envolve as três esferas gestoras do Sistema Único de Saúde (SUS), contando com recursos da União, das Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde. A vacina disponibilizada na rede pública é trivalente e protege contra os três vírus que mais circularam no hemisfério sul em 2019: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2). Segundo dados do Ministério da Saúde, no ano passado o país registrou 5.800 casos e 1.122 óbitos pelos três tipos de influenza.

NCPML

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.