Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Interessados em integrar a segunda turma de residentes formados pelo Município devem se inscrever até 2 de janeiro

A Prefeitura de Londrina, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), abriu processo seletivo com seis vagas para Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade. O Edital nº 07/2016, elaborado pela Comissão de Residência Médica (COREME) da SMS, foi publicado na edição nº 3.140 do Jornal Oficial do Município, disponível no portal da Prefeitura - www.londrina.pr.gov.br.

As inscrições podem ser feitas a partir desta quarta-feira (7), até o dia 2 de janeiro, às 23h59, através do portal da Prefeitura de Londrina. A taxa de inscrição é de R$300,00, e deve ser paga até o dia 3 de janeiro. Haverá isenção da taxa de inscrição para servidores públicos municipais, e aos candidatos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). É preciso solicitar a isenção do pagamento da taxa, conforme especificado em edital.

O curso possui características de pós-graduação. Podem se inscrever portadores de diploma de médico, ou alunos que estejam no último ano de Medicina, em curso reconhecido pelo Ministério da Educação. A admissão dos estudantes, em caso de aprovação dentro do número de vagas, está condicionada à comprovação de conclusão do curso até o último dia útil que anteceda o início da residência médica, previsto para 1º de março de 2017.

Desde março deste ano, a Prefeitura de Londrina, através da Secretaria Municipal de Saúde, oferece o curso de pós-graduação de Residência em Medicina de Família e Saúde da Comunidade no Município. Segundo a coordenadora do Coreme, Vânia Brum, a criação do curso permite que médicos recém-formados possam ter formação especializada em Saúde da Família e Comunidade, adequando o perfil dos profissionais nesta área. 
A coordenadora disse que atualmente, há quatro médicos residentes cumprindo a programação curricular de seu primeiro ano de residência nos serviços de assistência com foco nas Unidades Básicas de Saúde. “A meta é, principalmente, fortalecer os conceitos e a prática nesta área de atuação”, ressaltou. 
Vânia afirmou ainda que o curso tem o objetivo de formar médicos residentes com habilidades para o atendimento de todos os ciclos de vida, desde a infância até a velhice. “Também tem como finalidade integrar ações de promoção, proteção, recuperação e educação em saúde. Estamos completando o primeiro ano de Residência com sucesso, e com avaliação positiva tanto de residentes como de preceptores”, destacou.

Provas - O processo seletivo irá consistir em avaliação de conhecimentos, com a aplicação de prova objetiva, prova de análise de Curriculum Vitae e Arguição do Curriculum Vitae. As provas objetivas serão realizadas em Londrina, com data prevista para 22 de janeiro. Os currículos deverão ser entregues em envelope não lacrado, no mesmo dia e local de aplicação da prova objetiva, em condições previstas no Edital nº 07/2016. Já a entrevista e análise do currículo terá caráter classificatório, e será aplicada a todos os candidatos convocados para a segunda fase, no dia 10 de fevereiro.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios