Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Imunização destina-se a crianças de 12 meses a menores de 5 anos. Vacina está disponível em todas as UBSs. Não é necessário agendar

A Prefeitura Municipal de Ibiporã, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), prorrogou, como no Estado, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. A campanha, que terminaria na sexta-feira (30), se estenderá até atingir a meta de 95% de cobertura vacinal recomendada pelo Ministério da Saúde. Segundo o Setor de Epidemiologia da SMS, até terça-feira (03), 73,17% da meta havia sido atingida, ou seja, 1.936 das 2.646 doses destinadas a crianças a partir de 12 meses a menores de 5 anos foram aplicadas em Ibiporã.

A vacina é oral, com a aplicação de duas gotinhas em cada criança. As doses estão disponíveis gratuitamente em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Para se imunizar, é necessário levar documento de identificação e carteira de vacinação. É obrigatório o uso de máscara de barreira. Não é necessário agendamento.

Segundo a SMS, caso a criança estiver com sintomas ou confirmação de Covid-19 deve se imunizar 14 dias após o término dos sintomas. Caso esteja isolada por ter contato com pessoa que esteja com suspeita ou confirmação da doença, deve se vacinar assim que for liberada do isolamento.

A poliomielite é uma infecção contagiosa causada pelo poliovírus selvagem, que pode afetar os nervos e levar à paralisia parcial ou total. Essa doença está erradicada no Brasil desde 1994, porém, ainda existe a presença do vírus que transmite a doença em outros países, como o Paquistão e o Afeganistão. A vacinação é a única forma efetiva de prevenção, por isso é importante a conscientização da população e a vigilância constante dos profissionais da saúde.

O Paraná não registra casos de poliomielite desde 1986. Neste momento, o Estado possui  14 notificações para paralisias flácidas agudas e, por esse motivo, as equipes de saúde permanecem em constante vigilância à notificação desses casos, que são importantes indicativos epidemiológicos.

Multivacinação

Além da imunização contra a poliomielite, segue nas UBSs a campanha de multivacinação, dirigida a crianças e adolescentes menores de 15 anos. Estão sendo ofertadas todas as vacinas que fazem parte do calendário nacional na faixa etária indicada, entre elas as que previnem contra a tuberculose, hepatite B, meningite, pneumonia, sarampo, caxumba, rubéola, febre amarela, difteria, tétano, diarreia, varicela e contra o HPV.

A SMS solicita que os pais ou responsáveis agendem um horário na UBS de referência, por telefone (3178-0350 e 3178-0351) de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, ou no site da Prefeitura: www.ibipora.pr.gov.br. A medida visa evitar aglomerações, por conta da pandemia do novo coronavírus. É importante levar um documento com foto e a carteira de vacinação para verificar a situação vacinal da criança ou adolescente. “Neste período de pandemia, muitos pais deixaram de levar os filhos aos postos, então este é o momento de deixar em dia a situação vacinal. Os índices de cobertura caíram em todo País nos últimos anos, colocando em alerta os profissionais da saúde. A erradicação de algumas doenças trouxe a falsa ideia do desaparecimento total e para sempre destes agravos. A vacinação é um ato de amor, além de ser segura e eficaz”, ressalta a coordenadora de Epidemiologia, Vanessa Luquini.

Caroline Vicentini/NCPMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios