Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O novo contrato assinado entre o Hospital São Rafael, em Rolândia, e a Secretaria Estadual de Saúde prevê um volume maior de recursos para ampliação no número de internações, cirurgias e atendimentos ambulatoriais. A instituição vai passar de R$ 456 mil para R$ 593 mil por mês, totalizando R$ 35,6 milhões ao longo de cinco anos, conforme publicação no Diário Oficial, do dia 17 de maio.

Por mês, serão liberadas 100 autorizações de internação hospitalar a mais para urgência e emergência e 50 autorizações para cirurgias a mais, além de ampliação de recursos atendimentos ambulatoriais de média complexidade.

A decisão para a liberação do recursos partiu de uma reunião dos diretores do hospital com o Secretário Estadual de Saúde, Beto Preto, a partir de um pedido feito pelo deputado estadual Tiago Amaral (PSB). "Em conjunto com diretoria do HSR, mostramos ao Secretário Beto Preto que a evolução do Hospital São Rafael tem sido muito positiva. É fundamental que o Estado pague esse atendimentos que estavam sendo feitos acima do valor repassado e garanta mais atendimentos de qualidade para a população da região", afirmou Tiago Amaral.

O diretor administrativo do Hospital, Paulo Boçois de Oliveira, explicou que esse pedido atende à demanda atual da Instituição, que cresceu no último ano. "Nós mantemos um hospital de portas abertas, atendemos toda a população. Esse tipo de revisão contratual é essencial para equilibrar os nosso custos. A ampliação nos ajuda a continuar atendendo", afirmou.

O Hospital São Rafael é uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, com 95% dos atendimentos pelos SUS. Atende uma região estimada em 135 mil habitantes, incluindo Rolândia e outros 10 municípios da região: Jaguapitã, Prado Ferreira, Lupionópolis, Cafeara, Porecatu, Florestópolis, Guaraci, Pitangueiras, Miraselva e Centenário da Sul

Subvenção

O Hospital também recebe R$ 225 mil mensalmente pela Lei de Subvenção, aprovada em 2016. Tiago Amaral foi o autor do anteprojeto da lei de subvenção aos hospitais (Lei 18777/16), que garante recursos mensais para que hospitais continuem a atender a população. Foram beneficiados: Hospital São Rafael (Rolândia), Hospital Cristo Rei (Ibiporã), Santa Casa de Cambé e Hospital Evangélico (Curitiba).

Rosi Guilhen/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios