Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Paraná vive um ano de muita seca e a estiagem provoca desconforto respiratório. Para reduzir os efeitos do ar quente e seco, a Secretaria de Saúde traz algumas dicas para amenizar a condição desfavorável devido a baixa umidade relativa do ar.

Segundo o Sistema Meteorológico do Paraná, o Simepar, ontem 18, o percentual no norte do estado está na casa dos 30% de umidade relativa do ar, o que é prejudicial à saúde.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o nível ideal de umidade do ar para o organismo humano gira entre 40% e 70%. Quando a taxa cai para 30% ou menos é considerada uma situação de alerta e prejuízos para a saúde se tornam mais evidentes.

Por isso, aqui vão algumas dicas para ter qualidade de vida e reduzir os efeitos do clima seco que são garganta irritada, o nariz pode sangrar ou sensação de incômodo, dor de cabeça, sensação de areia nos olhos e pele ressecada:

Umidifique o ambiente com vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, irrigação de jardins etc.

Sempre que possível permaneça em locais protegidos do sol, em áreas com árvores

Consumir água à vontade (bastante e ao longo do dia)

Usar soro fisiológico para umidificar olhos e narinas.

Evite carpetes ou cortinas que acumulem poeiras

Evite roupas e cobertores de lã ou com pelos. Agasalhos recomendados: malha, moletom, nylon ou couro.

Coloque livros e objetos em armários fechados.

Limpe a casa com pano úmido (principalmente os cantos do quarto, beiradas e estrados da cama) e evite produtos de limpeza com cheiro ativo, preferindo o álcool

Evite permanecer em cômodos úmidos, fechados

Evite lidar com papéis guardados ou usar roupas e objetos guardados por muito tempo.

NC/PMR

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.