Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Saúde 16/05/2017  08h56

Saúde divulga balanço do Dia D de vacinação contra a gripe

Desde o início da campanha, foram vacinadas 103.714 pessoas em Londrina; vacina contra a influenza estará disponível nas UBSs até 26 de maio

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) fez a aplicação de 12.632 doses de vacina durante o Dia D da campanha de vacinação contra a influenza realizado, no último sábado (13), em Londrina. Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da área urbana do Município, e também as dos distritos de Lerroville e Guaravera, participaram da ação, disponibilizando a vacina tríplice que protege contra três tipos de vírus da gripe: H1N1, H3N2 e Brisbane.

A finalidade do Dia D de vacinação é ampliar o alcance da campanha em Londrina, visando imunizar o maior número de pessoas que integram os grupos prioritários. A campanha prossegue até o dia 26 de maio, com as doses da vacina à disposição em todas as UBSs diariamente, de segunda a sexta-feira.

A coordenadora de Imunizações da Secretaria Municipal de Saúde, Sônia Fernandes, informou que o número de doses realizadas durante o Dia D corresponde a 7,52 % do total de doses que o Município tem que realizar até o final da campanha. Das 167 mil pessoas previstas para serem vacinadas contra influenza em Londrina, 60,15% já foram imunizadas, índice correspondente a 103.714 pessoas no total. “Ainda que a procura pela vacina no último sábado não tenha sido tão grande, a realização do Dia D é importante para ajudar a ampliar o alcance da campanha em Londrina. Restam cerca de 10 dias para o final e é importante que as pessoas procurem a UBS mais próxima para receber a dose”, disse.

Sônia ainda comentou que a preocupação da Secretaria de Saúde permanece com as crianças e gestantes, que estão com índice de cobertura baixo. “É importante que as crianças recebam a vacina de influenza para se protegerem não só da gripe, mas também de suas complicações como a pneumonia, que tem maior ocorrência na época do inverno”, destacou

Podem receber a vacina indivíduos com 60 anos de idade ou mais; crianças com idade de seis meses a menores de cinco anos; gestantes e puérperas, no período até 45 dias após o parto; trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados; população privada de liberdade, incluindo adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas; funcionários do sistema prisional; pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou em condições clínicas especiais, que possuam prescrição médica; e professores de escolas públicas e privadas, que estejam em atividade.

Para receber a vacina, basta apresentar na UBS o documento de identidade com foto e, no caso das crianças, carteira de vacinação. Também é preciso levar a solicitação médica que conste a doença de base, para os doentes crônicos; declaração da instituição que é vinculado e documento de identificação com foto, para professores; ou o registro de nascimento ou declaração de nascidos vivos, para as puérperas.

Outros números - Até o momento, os grupos prioritários com a adesão mais baixa são crianças de 6 meses a cinco anos, com 11.088 doses aplicadas (36,91% do previsto), e professores da rede pública ou particular, com 3.419 imunizações realizadas (35,13% do previsto).

Por outro lado, o grupo de idosos atingiu o índice de 78,31% da meta prevista, tendo imunizado até o momento 51.395 pessoas com idade igual ou superior a 60 anos.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios