Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ações ocorrem neste sábado (19), nas regiões sul e central de Londrina; objetivo é sensibilizar a comunidade para evitar a proliferação do mosquito

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Coordenação de Controle de Endemias, realiza amanhã (19) duas ações de conscientização a respeito do mosquito Aedes aegypti, vetor transmissor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus. Das 9 às 15 horas, haverá uma feira de saúde no Centro de Apoio e Assistência à Saúde (CEAAS), localizado na rua das Orquídeas, 75, Parque Ouro Branco, região sul. O evento é aberto à comunidade e tem como objetivo informar a população sobre os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito e dar orientações sobre a prevenção de doenças como a leishmaniose, a esquistossomose e a febre amarela.

A educadora em endemias da SMS, Lucimara Vasconcelos, informou que a exposição terá maquete e larvário para apresentar como é o ciclo do Aedes aegypti, além de materiais lúdicos representando os criadouros do mosquito. “No local, também ficarão expostas fotos de diversas atividades educativas que estão sendo realizadas pela Secretaria de Saúde junto com a comunidade em todas as regiões de Londrina. Os agentes de endemias irão orientar as pessoas e entregar informativos para que os moradores possam realizar a limpeza de seus quintais e residências, fazendo a prevenção adequada contra o mosquito”, disse.

A exposição sobre o Aedes aegypti e outras endemias também será realizada no sábado (19), das 13h30 às 17 horas, no Sesc Londrina, na rua Fernando de Noronha, 264, centro. O evento deve reunir cerca de 250 pessoas, entre frequentadores e colaboradores do espaço. A intenção é conscientizar e mobilizar o máximo de pessoas no combate a este vetor, além de disponibilizar informações sobre outras doenças.

Números da dengue - A Secretaria Municipal de Saúde divulgou ontem (17), o resumo semanal com dados sobre a dengue em Londrina. De janeiro até agora foram registradas 14.293 notificações relativas à doença. Deste total, foram confirmados 5.134 casos e descartados 8.296. Outros 863 casos estão em andamento, aguardando o resultado de exames de laboratório.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios