Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Na próxima quinta-feira (25), das 8 às 14 horas, a Secretaria Municipal de Saúde vai realizar um encontro de Intervisão de Terapia Comunitária Integrativa no município. A capacitação será no auditório do Parque Arthur Thomas, localizado na Rua da Natureza, 155, no Jardim Pisa.

Devem participar da atividade cerca de 20 servidores municipais de Londrina, Apucarana, Jacarezinho e Jandaia do Sul, formados em Terapia Comunitária Integrativa, que realizam rodas de terapia com os usuários. As ministrantes serão a coordenadora da Terapia Comunitária, Jucelei Pascoal Boaretto, e a educadora social Claudia Marcela Fazenda, que contarão com o apoio da psicopedagoga Maria da Graça Edrazini.

Segundo a coordenadora das ações, Jucelei Pascoal Boaretto, o objetivo é desenvolver a capacitação para que os servidores formados continuem os trabalhos de terapia comunitária com seus grupos. “Este será nosso 4º encontro. Nossa intenção é manter a rede funcionando e os servidores unidos, dando a eles um espaço para debates das dificuldades encontradas, troca de experiências e aprendizado, porque sabemos que a saúde da alma é a energia do corpo”, disse Jucelei.

Durante a oficina, de seis horas de duração, os participantes aprenderão mais sobre temas que podem ser trabalhados nas rodas de Terapia Comunitária, assim como poderão repensar sua prática e aprimorar seus conhecimentos, mantendo viva a estratégia de acolhimento e escuta como resgate da autoestima.

Histórico- O Programa de Terapia Comunitária Integrativa existe na Prefeitura de Londrina desde 2002. Nele, os servidores conversam com terapeutas comunitárias, que trabalham questões como a construção da resiliência, superação de conflitos, melhora da autoestima, fortalecimento de laços sociais e alívio do sofrimento. Para isso, os terapeutas utilizam técnicas respiratórias de relaxamento, meditação ativa e rodas de conversa.

Em 2015, o programa acolheu 609 servidores municipais, em 36 encontros, e realizou 192 rodas de terapia comunitária, com 3.191 participações de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Em 2014, as Oficinas de Autocuidado foram premiadas no Concurso Prêmio InovaSUS, uma iniciativa do Ministério da Saúde.

N.Com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios