Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Intenção é alertar a população do Parque Ouro Branco e do Jardim Califórnia sobre a dengue e chamar os cidadãos a ajudarem no combate ao mosquito

Para manter baixo o índice de infestação do mosquito Aedes aegypti em Londrina, a Secretaria Municipal de Saúde está realizando a campanha “Verão sem Aedes”. Nesta terça-feira (18) e quarta-feira (19), o secretário Gilberto Martin irá até à a comunidade do Parque Ouro Branco e do Jardim Califórnia conversar com os moradores dos bairros. Os encontros são abertos ao público.

Na terça-feira (18), às 19h30, o secretário e técnicos da pasta estarão no Centro Comunitário do bairro, que fica na Rua Verônica, 165. Na quarta-feira (19), às 19h30, eles vão até a Paróquia Santa Rita de Cassia, localizada na Rua Pedro Abelardo, 170.

De acordo com o secretário de Saúde, a intenção das reuniões nos bairros é, se possível, manter o índice de infestação do mosquito da dengue nos níveis que ele está atualmente. “Tivemos, no último LIRAa, o menor índice de infestação dos últimos anos, com 0,3%. É um índice difícil de mantermos nesse patamar. Por isso, nosso objetivo é retomar a mobilização de combate ao Aedes, mesmo antes da chegada do verão, para que a proliferação do mosquito não comece como começou ano passado”, esclareceu Martin.

Segundo o secretário, para isso serão realizadas oito reuniões regionais, que seguem até a primeira semana de novembro. Já no dia 9 de novembro, a Secretaria de Saúde fará o lançamento oficial da Campanha “Verão sem Aedes” com carreata, reuniões ampliadas, ações nos bairros e no centro da cidade.

Com as reuniões, a Secretaria busca a mobilização das regiões por meio de lideranças, formadores de opinião, conselho local de saúde, diretoras de escolas, igrejas, associação de moradores, pois estas pessoas têm a possibilidade de repassar as informações para sua comunidade e programar uma agenda de atividades local.

“Se não pegarmos para valer nessa questão e continuarmos insistindo nisso, muito embora isso seja algo repetitivo, a gente corre o risco de o índice de infestação voltar a crescer. Quando se faz, efetivamente, uma mobilização com a sociedade é possível derrubar o índice de infestação da dengue”, finalizou o secretário de saúde.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios