Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Saúde 08/11/2017  09h22

Secretaria de Saúde divulga balanço das ações do “Outubro Rosa”

Secretaria de Saúde divulga balanço das ações do “Outubro Rosa”

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou, na manhã de ontem (7), o balanço das ações realizadas de 1º a 31 de outubro em prol da prevenção e combate ao câncer de colo de útero e de mama. Durante todo o mês, mais de 3.500 exames foram realizados gratuitamente pela rede municipal de saúde.

Durante o “Outubro Rosa”, foram realizadas pela rede municipal de saúde 1.784 mamografias. Destas, 1.097 mulheres pertenciam a faixa etária dos 50 a 69 anos, consideradas do grupo prioritário pelo Ministério da Saúde. De acordo com os dados do Sistema de Informações do Câncer (SISCAN), além das mamografias, de 1 a 31 de outubro, foram feitos 1.811 exames preventivos de colo de útero. Destes, 1.395 mulheres estavam compreendidas na faixa etária dos 25 a 64 anos, idade com maior incidência da doença, segundo o Ministério da Saúde.

“Foram números muito satisfatórios para nós da Secretaria de Saúde. Eles nos mostram que conseguimos atingir o público-alvo tanto da campanha de prevenção ao câncer de colo de útero quanto de câncer de mama”, explicou a organizadora das ações do Outubro Rosa, a coordenadora de Sáude da Mulher, Priscila Colmiran.

Além dos exames, os profissionais da Secretaria de Saúde realizaram outras ações focadas na conscientização e em medidas educativas. Durante todo o mês de outubro, eles intensificaram as agendas de horários para os exames; fizeram palestras para a comunidade; distribuíram materiais educativos; transmitiram vídeos; realizaram atividades educativas nos grupos de controle ao tabagismo, hipertensão, diabetes, doenças mentais, de atividades físicas e alongamento disponíveis gratuitamente na rede municipal de saúde.

Além disso, fizeram outras ações voltadas à saúde integral da mulher como a vacinação contra o HPV; a disponibilização da segunda e terceira dose da vacina da dengue; realização de testes rápidos para Hepatites B e C, HIV e Sífilis, e orientações e tratamento de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST).  A intenção foi orientar sobre a importância do tratamento em tempo oportuno e atividades de rotina.

As mulheres que não puderam realizar os exames preventivos ou agendar uma consulta com o ginecologista, durante o Outubro Rosa, ainda podem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência. Elas ficam abertas de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e aceitam agendamento de consultas.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios