Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Saúde 21/09/2017  08h53

Terceira etapa da vacinação contra a dengue é aberta em Londrina

Meta é aplicar cerca de 66.900 doses da vacina no período da campanha, que vai de 20 de setembro a 27 de outubro

Na manhã de ontem (20) foi realizada, em Londrina, a abertura da terceira etapa da campanha de vacinação contra a dengue, que ocorrerá em todo Paraná de 20 de setembro a 27 de outubro.  A solenidade, que ocorreu no Colégio Estadual Hugo Simas, contou com a presença do secretário estadual de Saúde, Michelle Caputo Neto e do secretário municipal de Saúde de Londrina, Felippe Machado.

O objetivo da campanha é dar sequência ao esquema de vacinação para quem já tomou a primeira ou a segunda dose nas etapas anteriores. O público-alvo continua sendo jovens com idade de 15 a 27 anos, sendo que nesta etapa não serão aplicadas as primeiras doses da vacina. Em Londrina a meta é aplicar cerca de 66.900 doses da vacina no período da campanha.

Para ser imunizado, basta o cidadão apresentar documento de identidade, que é obrigatório, e a carteira de vacinação, se tiver. Para confirmar o recebimento das primeiras doses da vacina de dengue, aplicadas nas etapas de agosto e setembro de 2016, e em março deste ano, a população pode ligar para o Disk Dengue, pelo telefone 0800-400-1893. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8 às 14 horas. O serviço busca auxiliar aqueles que tenham perdido o comprovante de vacinação e estão em dúvida se receberam ou não a vacina.

O secretário Felippe Machado disse que a estratégia de descentralizar as vacinas, em especial para as escolas, é a mais assertiva dentre todas, considerando que é um público que não tem por hábito procurar as unidades de saúde. “Não adianta o governo do Estado investir milhões em vacinas se elas ficarem paradas nas unidades. Por isso, vamos intensificar, nestas duas primeiras semanas de campanha, as ações descentralizadas”, frisou.

Segundo o secretário estadual de Saude, Michelle Caputo Neto, é necessário fechar o esquema de vacinação, com esta terceira etapa. Ele informou que até agora o Estado do Paraná aplicou 463 mil doses de vacinas contra a dengue no público-alvo. “Isso demonstra que a vacina é extremamente segura. A preconização é que sejam aplicadas três doses, com intervalos de seis meses. Já fizemos a primeira e a segunda etapa em 30 municípios paranaenses, incluindo Londrina, e agora ela está disponível para quem já iniciou o esquema de vacinação”, frisou.

Caputo Neto falou ainda sobre a importância do cidadão não descuidar de seus quintais, cuidando de seus lixos domésticos, para que não sirvam de criadouros para o mosquito. “Não podemos baixar o nível de atenção. Além da vacinação, a população tem que manter os cuidados com o lixo e os municípios têm que continuar com as atividades educativas, de bloqueios, fazendo levantamentos, porque vamos entrar no verão, época mais crítica para a proliferação do mosquito”, ressaltou.

Locais - A vacina tetravalente contra a dengue, que protege contra quatro subtipos virais da doença, está disponível em todas as UBSs de Londrina, tanto da zona urbana quanto rural,  de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas. No Calçadão de Londrina, a Secretaria Municipal de Saúde terá um posto fixo para imunizar a população e tirar dúvidas. A barraca ficará instalada em frente à agência do Banco do Brasil. 
Neste local, o atendimento será de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, e aos sábados, das 9 às 13 horas. A exceção será o dia 7 de outubro, quando a programação seguirá o horário do comércio aos sábados, das 9 às 17 horas.

A vacinação será levada a diversos espaços de diferentes regiões da cidade, em atuação conjunta com universidades, escolas estaduais, empresas e instituições locais. Também haverá busca ativa com visitas domiciliares nas áreas de abrangência das UBSs.

Nesta quarta-feira (20), a vacinação ocorrerá também na Universidade Estadual de Londrina (UEL), Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Colégio Estadual Albino Feijó, Colégio Estadual Nossa Senhora de Lourdes, Colégio Estadual Olavo Garcia, Colégio Estadual Ubedulha, Colégio Estadual  Carlos de Almeida, Colégio Estadual Barão do Rio Branco, Colégio Estadual Humberto Coutinho, Colégio Estadual Nilo Peçanha,  Colégio Estadual Professora Vani Ruiz Viessi, Supermercado Golf (Jardim Santiago), Curso Prime e Empresa ZKF.

A imunização nas universidades estará sendo realizada em parceria com as instituições.  Haverá ainda programação nos dias 21 e 22 de setembro, incluindo outros colégios estaduais, escolas particulares e empresas da cidade. A partir da próxima semana, também irão realizar a vacinação nas instituições de ensino superior, Unopar, Inesul e Pitágoras.

Para o sábado do dia 21 de outubro está programada a mobilização do “Dia D contra a Dengue”. Neste dia, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) funcionarão em horário especial e haverá outros pontos de atendimento abertos em diferentes regiões da cidade para vacinar a população.

Sobre a vacina - As doses da vacina contra a dengue são fornecidas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). A vacina foi produzida por uma empresa francesa e aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), após 20 anos de pesquisas. A tetravalente contra a dengue protege contra quatro subtipos virais da doença.

A imunização é completa após a aplicação de três doses, com intervalo de seis meses entre elas, e não podem ser aplicadas em conjunto com vacinas para outras doenças. Ela não pode ser aplicada em gestantes; mulheres que amamentam; pessoas com baixa imunidade congênita ou adquirida; e pessoas em tratamento com corticóides em dosagens elevadas e prolongadas.

Também estiveram presentes na solenidade, a coordenadora de Imunizações da Secretaria Municipal de Saúde, Sônia Fernandes; a diretora da 17ª Regional de Saúde, Teresinha Sanches; o representante da área de Epidemiologia da 17ª Regional de Saúde, José Carlos Moraes; o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Cícero Cipriano, a diretora do Colégio Estadual Hugo Simas, Sandra Regina Denipoti de Oliveira, além de alunos do colégio, que receberam a vacinação contra a dengue.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios