Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Pais e mães querem oferecer o maior cuidado possível aos filhos, principalmente, quando são recém nascidos. Para lembrar aos pais e toda a sociedade da importância da saúde neonatal, em 6 de junho é comemorado o Dia Nacional do Teste do Pezinho, um dos principais exames realizados nos primeiros dias de vida.

Dados oficiais revelam que a triagem neonatal, como o teste também é conhecido, é realizada em mais de 80% dos recém nascidos do país. Segundo orientações do Ministério da Saúde, o exame deve ser realizado entre o 3º e o 5º dias de vida da criança, para identificar doenças metabólicas, infecciosas e genéticas, por exemplo, a fenilcetonúria, hipotireoidismo e a anemia falciforme.

O teste do pezinho é simples. Algumas gotas de sangue são colhidas do calcanhar do bebê com um papel filtro que é levado para o laboratório. 

De acordo com Ricardo Moita, gestor do Laboratório Cetel/Grupo Sabin, o diagnóstico precoce contribui para um tratamento mais efetivo. “Com o teste do pezinho é possível descobrir doenças antes dos primeiros sintomas, permitindo um tratamento adequado, que ajuda a salvar a vida de bebês e evita sequelas, como limitações neurológicas”.

O teste do pezinho do Sabin analisa diferentes perfis do exame, permitindo o diagnóstico de um número maior de doenças, como toxoplasmose congênita, galactosemia e rubéola congênita. Também no Laboratório Cetel os pais e a criança podem contar com o conforto de ter a amostra recolhida em domicílio, evitando que o bebê seja exposto a grandes multidões nos seus primeiros dias de vida.

ASCOM/CETEL

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios