Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Por meio do Whatsapp e site, clientes e não clientes podem acessar informações seguras e verificar quando buscar atendimento médico a partir de sintomas relatados nos canais

A Unimed disponibiliza gratuitamente dois canais virtuais para clientes e não clientes terem acesso a informações seguras sobre a pandemia do novo coronavírus.  O objetivo, além de fornecer respostas confiáveis às dúvidas comuns sobre a Covid-19, é evitar que as pessoas procurem atendimento médico desnecessariamente, contribuindo para que os serviços de saúde não fiquem lotados e priorizem os casos realmente necessários.

O canal Unimed

Orientações COVID é disponibilizado pelo aplicativo de mensagens WhatsApp. De forma bastante simples, o usuário pode obter informações, tirar dúvidas e relatar sintomas sobre o novo coronavírus, que são repassadas por um robô. Para ter acesso ao serviço gratuitamente, basta adicionar aos contatos do WhatsApp o número (11) 2503-1371.  Feito isso, envie um “oi” para o novo contato, que o assistente virtual inicia o atendimento na mesma hora.

Pela internet, os usuários também podem obter informações seguras sobre o novo coronavírus por meio do site http://coronavirus.unimed.coop.br/. Essa ferramenta virtual criada pela Unimed do Brasil também oferece orientações sobre como as pessoas devem se comportar diante da atual pandemia (como por exemplo, se deve ir ou não a uma consulta médica que já estava agendada), bem como notícias atualizadas sobre a doença e entrevistas em áudio (podcasts) com médicos especialistas sobre o tema. E assim como o canal do WhatsApp, o site na internet oferece um webchat, em que um robô faz o atendimento online, tirando dúvidas dos internautas sobre a nova doença.

O superintendente da Unimed Londrina, Ricardo Pinelli, afirma que os conteúdos disponibilizados pelas duas ferramentas criadas pela Unimed do Brasil foram checados por uma equipe de médicos da Cooperativa. “As informações oferecidas pelos canais virtuais são seguras e os usuários podem confiar no conteúdo repassado pelos robôs que fazem o atendimento”, conta.

Asimp/Unimed

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios