Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Saúde de Tamarana alerta para imunização abaixo do esperado em gestantes, puérperas e crianças

Programada inicialmente para terminar nesta sexta-feira (05), a campanha nacional de vacinação contra a gripe acabou prorrogada pelo Ministério da Saúde até o dia 30 deste mês. O adiamento ocorreu porque um número expressivo de pessoas do público-alvo ainda não tomaram a dose.

As unidades de saúde têm realizado a terceira fase da campanha desde o último dia 11. A etapa é dirigida a crianças de 06 meses a menos de 06 anos de idade; gestantes; puérperas (mães que passam pelo período de até 45 dias após o parto); quem está na faixa de idade de 55 a 59 anos; pessoas com deficiência e professores e demais trabalhadores das instituições de ensino públicas e privadas.

Em Tamarana, 4.974 pessoas do público-alvo do município já se vacinaram desde o início da ação, em 23 de março. Ao todo, 5.157 moradores compõem o grupo. Os segmentos em que a taxa de imunização está abaixo do projetado são os das gestantes, puérperas e das crianças. Os três grupos estão, respectivamente, com índices de 39%, 45,8% e 70%. Os dados foram compilados pela Secretaria municipal de Saúde até esta quarta-feira (03).

A vacina também continua disponível para os outros usuários atendidos pela campanha e que ainda não se imunizaram. São eles os idosos (acima de 65 anos); portadores de doenças crônicas não transmissíveis e de outras condições clínicas especiais; povos indígenas; motoristas do transporte coletivo e portuários; caminhoneiros; profissionais das forças de segurança e salvamento; funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade e os trabalhadores da Saúde.

A dose é ofertada nas unidades de saúde da zona urbana e nos postos de atendimento da área rural. Para se vacinar, é preciso apresentar a carteira de vacinação e o cartão do SUS, além de estar com máscara de proteção sobre o nariz e a boca. A vacina não combate a Covid-19, mas protege de demais tipos de vírus da gripe.

Lucas Marcondes Araújo/NCPMT

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios