Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Campanha não foi estendida para todos porque índice de imunização na cidade está abaixo de 90%

Por orientação da Secretaria da Saúde do Paraná, a Secretaria de Saúde de Tamarana ampliou nesta semana a oferta da vacina contra gripe para cobradores e motoristas de ônibus, pessoas em situação de rua e cuidadores de pessoas vulneráveis (tais como os trabalhadores da Casa Lar e do abrigo de idosos). A iniciativa não foi ampliada para toda a população porque o município ainda não alcançou a taxa de 90% de imunização do público-alvo.

O segmento dos idosos (60 anos ou mais) é o que mais preocupa a Saúde local, pois o índice de cobertura vacinal desses usuários se encontra abaixo do esperado. Além deles, devem tomar a vacina crianças (de seis meses a menos de cinco anos), gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), indígenas (de seis meses de idade em diante), profissionais da área de saúde, professores atuantes em sala de aula e portadores de doenças crônicas não transmissíveis. A Secretaria municipal de Saúde ressalta que a imunização é de suma importância e lembra que são falsas as informações veiculadas principalmente por meio de redes sociais sobre supostos danos causados pela vacina

Em Tamarana, as doses continuam disponíveis nas duas unidades básicas de saúde da área urbana (Plínio Pereira de Araújo, no Centro, e Padre Carmel Bezzina, no Jardim Juny) e também nos postos da área rural, onde a vacinação ocorre em dias específicos da semana:

Assentamento Mandassaia: toda segunda-feira, das 9h às 12h;

Assentamento Água da Prata (“Incra”): toda terça-feira, das 9h às 15h;

Bairro dos Moreiras: toda quarta-feira, das 9h às 12h;

Bairro Serraria: toda quinta-feira, das 8h30 às 14h.

Asimp/PMT

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios