Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Falta apenas a sanção do governador Ratinho Junior para virar lei o projeto do deputado Delegado Francischini que regulamenta a aplicação da dose complementar da vacina contra o coronavírus no Paraná.

A proposta foi aprovada em terceira votação na segunda-feira (20), na Assembleia Legislativa. Uma iniciativa local que acompanha o debate mundial para o reforço vacinal.

Francischini defende que a proposta é importante para que o Estado tenha uma legislação sobre a aplicação de doses complementares. “Ganham os paranaenses com esse projeto. O Paraná sai na frente em uma questão tão importante e poderá ser o único estado com uma lei a esse respeito”, ponderou.

Pela proposta, as doses complementares respeitarão a forma e a ordem pré-estabelecida pelo Plano Nacional de Imunização – PNI e pelo Plano Estadual de Vacinação da Secretaria de Estado da Saúde.

Com o aval da Anvisa para a aplicação de dose complementar, caberá à Secretaria de Estado da Saúde a recomendação e aplicação da vacina, bem como definir o caráter periódico, caso haja essa necessidade.

O deputado ressaltou ainda a importância do reforço a grupos mais vulneráveis como profissionais da saúde e idosos. “Os primeiros encontram-se na linha de frente do combate à Covid, ficando diretamente expostos ao contágio, enquanto os segundos são os que possuem maiores chances de complicações decorrentes da contaminação, razão pela qual, justifica-se o reforço na imunização”, acrescentou o parlamentar.

Maria Fernanda Silvério/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.