Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

 Sem revisão e manutenção, as chances de um carro se envolver em um acidente é três vezes maior, alerta o Detran. 

“Antes de sair com o veículo, é preciso saber se os componentes e peças do carro estão funcionando, dentro do tempo de vida útil e se não estão desgastados. Uma pane na estrada, por exemplo, atrasa a viagem de muita gente e aumenta o risco de colisões. Na chuva, um pneu careca tem mais chance de derrapar e se o limpador de parabrisa estiver quebrado, o motorista não consegue nem ver o que está à frente”, lembra o diretor-geral do Detran, Marcos Traad. 

Uma pesquisa feita no Brasil em 2014 pelo Instituto Scaringella Trânsito apontou que a falta de manutenção preventiva dos veículos está relacionada à ocorrência de 27% dos acidentes urbanos e rodoviários no país. O Detran orienta que a manutenção preventiva dos principais itens do veículo, como freio, nível de óleo e amortecedor, seja feita a cada 10 mil quilômetros ou seis meses. 
 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios