Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A unidade de elite da Polícia Militar do Paraná, o Batalhão de Operações Especiais (Bope), comemorou seis anos de existência com uma solenidade ontem (31) no Museu Oscar Niemeyer, no Centro Cívico, em Curitiba. A cerimônia reuniu autoridades civis e militares com entrega de medalhas e honrarias para policiais militares que fazem parte da história do Batalhão. As seis subunidades do batalhão fizeram uma exposição de seus equipamentos e materiais.

O secretário estadual da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, destacou a importância que o Bope tem para a segurança pública do Paraná, ao afirmar que é uma unidade estratégica para o trabalho da Polícia Militar, na qual se aplicam técnicas especiais no momento mais crítico. “Estes policiais têm que estar preparados no aspecto psicológico, técnico e material. Nosso compromisso é dar o apoio necessário ao batalhão que atua com militares muito bem qualificados, fazendo um trabalho de sucesso e reconhecido por toda a sociedade”, disse.

O comandante-geral da PM, coronel Maurício Tortato, lembrou que esta unidade tem mais de 40 anos de história, sendo que há seis anos passou por um aperfeiçoamento na estrutura organizacional. Segundo ele, o batalhão cresceu muito e possui uma tropa de elite destacada e diferenciada, com alto nível de especialização. “Ao mesmo tempo entende-se o seu peso estratégico perante a sociedade e a necessidade da proximidade com o cidadão, razão pela qual nós temos muito a comemorar, porque o Batalhão de Operações Especiais, com todas as suas subunidades, é um grande exemplo de que a vontade está acima das possibilidades, pelo nível de realização, a capacidade e o compromisso de todos os seus integrantes”, afirmou.

O comandante do Bope, tenente-coronel Hudson Leôncio Teixeira, disse que neste dia de festividade participaram policiais da ativa e da reserva que fizeram parte da história do batalhão. “Estar à frente do Batalhão é motivo de muito orgulho para mim, de emoção e satisfação. Hoje pude rever algumas pessoas que me ajudaram muito no passado e também auxiliaram a construir o nome desta unidade”, lembrou o comandante, que no seu discurso lembrou dos policiais militares que faleceram recentemente e ainda agradeceu a todos os integrantes do pelo esforço dedicado diariamente.

Depois da exibição de um vídeo que mostrou um pouco da atuação de cada subunidade, todos os presentes assistiram à entrega da medalha “Mérito Operações Espaciais” para 67 policiais que integraram o batalhão e hoje estão na reserva, além daqueles que ainda incorporam as fileiras da corporação. 

Em homenagem ao seu 6º aniversário o batalhão também desenvolveu, no decorrer do mês de outubro, outras ações como atividades em parques, hospital e academias, bem como uma Missa em Ação de Graças e a inauguração da nova sede do Comandos e Operações Especiais (COE).

PRESENÇAS – Também estiveram presentes no evento o comandante do 6º CRPM, coronel Chehade Elias Geha; o coronel da reserva remunerada Rui Rota da Purificação; o diretor de Comunicação da Amai, coronel César Alberto Souza; o presidente da Associação dos Oficiais Policiais e Bombeiros Militares do Paraná (Assofepar), coronel da reserva Isaías de Farias; o coronel da reserva remunerada Nerino Mariano de Brito; o chefe da 5ª Seção do Estado-Maior da PM, tenente-coronel Vanderley Rothenburg; o comandante do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária, tenente-coronel Ronaldo de Abreu; o assessor militar da SESP, tenente-coronel Nelson Ademar Piske; além de demais oficiais e praças da corporação, bem como familiares e convidados.

HISTÓRIA - O Batalhão de Operações Especiais tem origem na Companhia de Operações Especiais criada em 27 de outubro de 1964, a qual era uma subunidade do Batalhão de Guardas até então integrada ao 1° Regimento de Segurança Coronel Dulcídio. Em 1967 passou a ter estrutura própria e denominou-se Corpo de Operações Especiais (COE).

Em 1976 transformou-se em Polícia de Choque tendo suas dependências no Quartel do Comando-Geral. Em 27 de outubro de 2010, por meio do decreto governamental 8.627, foi criado o atual Batalhão de Operações Especiais.

Atualmente está dividido em subunidades: a Companhia de Operações com Cães; a Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone), o Comandos e Operações Especiais (COE), o Esquadrão Antibomba (EAB), a Equipe de Negociação (EN) e Companhia de Polícia de Choque.

AEN

Clique nas fotos para ampliar

Cerimônia de aniversário do BOPE no Museu Oscar Niemeyer. Foto:  Soldado Guilherme Batalha
Cerimônia de aniversário do BOPE no Museu Oscar Niemeyer. Foto:  Soldado Guilherme Batalha
Cerimônia de aniversário do BOPE no Museu Oscar Niemeyer. Foto:  Soldado Guilherme Batalha
Cerimônia de aniversário do BOPE no Museu Oscar Niemeyer. Foto:  Soldado Guilherme Batalha

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios