Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Polícia Civil (PC) do Paraná cumpriu, ontem (06), quatro mandados de busca e apreensão na sétima fase da operação Luz na Infância. De acordo com a assessoria da PC, duas pessoas foram presas em flagrante em Cambé  e outros dois mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos nas cidades Ponta Grossa e Toledo.

 “Por isso que sempre digo aqui: pais, fiquem atentos aos conteúdos que seus filhos acessam na internet. Os pais ou responsáveis por crianças e adolescentes devem conversar e explicar quais os benefícios e riscos do uso não consciente da internet. Todos podem contribuir para combater esse crime e denunciar para a polícia quando notar algo suspeito”, alerta o deputado estadual Cobra Repórter (PSD), presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) da Assembleia Legislativa do Paraná.

A operação foi deflagrada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública em dez estados do Brasil, são 137 mandados de busca e apreensão ao todo. Ela é realizada de forma integrada com forças de segurança dos Estados Unidos, Argentina, Panamá e Paraguai e busca identificar autores de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet.

A pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de um a quatro anos de prisão, de três a seis anos pelo compartilhamento e de quatro a oito anos de prisão pela produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios