Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

“É com tristeza que, hoje (ontem 18), no dia em que lutamos contra o abuso e a exploração sexual de crianças no Brasil, venho noticiar que um menino de 8 anos teve que chamar a Polícia Militar, na noite de sábado (16), para denunciar o padrasto por agressão em Apucarana”, disse o deputado estadual Cobra Repórter (PSD), que está acompanhando o caso na condição de presidente da  Comissão que Defende os Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

O deputado, ontem (18), enviou um ofício ao delegado que está cuidando das investigações, Marcus Felipe da Rocha Rodrigues. “Vale lembrar que denúncias relacionadas à violação dos direitos das crianças podem ser feitas também no site www.criaiparana.org.br. As denúncias que chegam ali são todas encaminhadas às autoridades competentes”, lembrou o deputado.

A agressão

Segundo a polícia militar, a criança ligou e pediu ajuda, contando que o padrasto estava agredindo sua mãe. No local, a mulher confirmou a denúncia do filho à polícia e mostrou os ferimentos provocados por facadas. O homem também teria dado um soco no menino de 8 anos e também empurrou a filha mais nova. O agressor de 36 anos foi preso.

Meire Bicudo/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios