Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado federal Boca Aberta (Pros) foi acusado de agredir o oficial de justiça Adelino Firmo Corrêa, ontem, em Londrina. Além da agressão verbal e física, ele teria cuspido na cara do servidor.

A informação é de Olavo Soares, da Gazeta do Povo. O blog também teve acesso a uma certidão feita pelo oficial de justiça, onde ele relata o ocorrido.

Segundo Corrêa, próximo às 7h, o deputado teria se recusado a receber uma intimação judicial e reagido com ofensas verbais, um cuspe no rosto do oficial e também rasgando o documento. "Extremamente descontrolado proferiu injúrias à Justiça e agrediu fisicamente este Oficial de Justiça, empurrando este contra o veículo", destaca o oficial em relato.

O servidor também disse que deixou a casa de Boca Aberta "evitando ser linchado" pelo parlamentar. O relato de Corrêa foi repassado à Polícia Militar do Paraná, e consta em boletim de ocorrência. A Gazeta do Povo tentou contato com Boca Aberta pelo telefone particular do deputado e também pelo número de seu gabinete, e não obteve retorno.

Confira o teor da certidão feita pelo oficial de justiça:

Certifico que cumprindo ao presente mandado, dirigi-me em diligências nesta cidade e comarca, junto a rua Tereza Caetano Soares, 73, Jardim Imagawa, e ali às 06:48 horas de hoje, ao acionar o interfone da residência e atendido pelo requerido Emerson Miguel Petriv, o qual indagou quem era e, informando que era Adelino Oficial de Justiça, o mesmo disse "não vou receber", que imediatamente declarou este meirinho que o mesmo está intimado, e dirigiu-se ao seu veículo, quando o réu abrir o portão de acesso a residência, e ainda indagou de que processo se tratava, que em pé ao lado de seu veículo, ao iniciar a leitura do mandado, o réu Emerson Miguel Petriv extremamente descontrolado proferiu injurias à Justiça e agrediu fisicamente este Oficial de Justiça, empurrando este contra o veículo, gritando em alta vós "Filho da puta" arrancando o mandado das mãos deste Oficial e rasgando em pedaços e, aproximando-o cuspiu no rosto deste Oficial. Certifico que, embora sentindo muitas dores pelas agressões praticadas pelo réu, imediatamente deixou o local evitando ser linchado pelo réu Emerson Miguel Petriv. Certifico mais que, após os fatos, dirigiu-se a unidade da Policia Civil, onde registrou o fato ocorrido, conforme Boletim de Ocorrência anexo, para que sejam tomadas as devidas providências. Dou fé. Londrina, 20 de novembro de 2019.
Adelino Firmo Correa Oficial de Justiça.

(https://inovenews.com.br/noticia/692/deputado-federal-boca-aberta-e-acusado-de-agredir-oficial-de-justica.html)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios