Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Ministério Público do Paraná, por meio do núcleo de Londrina do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ofereceu denúncia nesta segunda-feira, 30 de agosto, contra seis pessoas investigadas na Operação Arapongas, que apura a exploração de jogos de azar e lavagem de dinheiro naquela cidade do Norte-Central do estado. A denúncia elenca seis crimes, com diferentes participações dos envolvidos: organização criminosa, corrupção ativa, corrupção passiva, violação de sigilo funcional, obstrução da justiça e lavagem de ativos.

Entre os denunciados, estão um delegado aposentado da Polícia Civil – que seria um dos coordenadores do esquema criminoso e teria praticado, entre outros delitos, corrupção passiva e ocultação de elementos probatórios – e uma ex-servidora da 22ª Subdivisão Policial de Arapongas, que teria recebido propinas mensais para dificultar o combate ao jogo do bicho na cidade.

Também foi denunciado um ex-presidente da Câmara de Vereadores de Arapongas, acusado de atuar como chefe do esquema de exploração da contravenção do jogo do bicho, sendo o responsável pelo fornecimento de “máquinas para a feitura dos jogos ilegais para os estabelecimentos comerciais, contratar os prepostos que atuam na exploração do jogo, ordenar pagamentos e transações financeiras, bem como por determinar o pagamento de vantagens indevidas para agentes públicos com o objetivo de facilitar a prática da contravenção”. Ao todo, ele controlaria 257 pontos de apostas do jogo do bicho.

Costureira

A Operação Arapongas foi deflagrada em setembro de 2020 para apurar o funcionamento de um possível esquema de corrupção de policiais na 22ª Subdivisão Policial de Arapongas. Em sua comunicação, o grupo denominava a propina como “costuras, blusas ou encomendas”, e o bicheiro era chamado de “costureira”. Além disso, há indícios de fornecimento de informações sigilosas para o grupo criminoso por agentes da Polícia Civil.

Denúncia número 0008853-07.2021.8.16.0045.

Ascom/MPPR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.