Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Na manhã desta segunda-feira (21), o Ministério Público do Paraná, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), cumpriu mandados de prisão contra um ex-delegado da Receita Estadual em Londrina e um inspetor regional de Fiscalização da Receita em Curitiba, por suposto envolvimento em corrupção e organização criminosa. As prisões, realizadas respectivamente em Cornélio Procópio, no Norte-Pioneiro do Estado, e em Curitiba são um desdobramento da Operação Publicano II, deflagrada em 10 de junho deste ano.

Os dois auditores fiscais foram denunciados por fatos ocorridos no ano de 2010, quando um deles era assessor do então delegado-chefe da 8ª Delegacia Regional da Receita Estadual (DRR) em Londrina e o outro, inspetor geral de Fiscalização na 1ª DRR em Curitiba. 

Segundo investigações do Gaeco, os acusados ocuparam cargos de chefia na organização criminosa envolvida em cobrança de propina e sonegação de impostos e tiveram participação ativa em cinco crimes de corrupção já denunciados na 2ª fase da Operação Publicano.

Asimp/MP/PR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios