Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Em Maringá, Noroeste do Estado, o Ministério Público do Paraná, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), deflagrou ontem, 7 de julho, a Operação 4x4, voltada a desarticular uma quadrilha envolvida com receptação de peças e veículos roubados e outros crimes. São investigadas nove pessoas, entre elas um delegado de polícia. A ação recebeu suporte das unidades do Gaeco de Londrina, Guarapuava e Cascavel e teve as diligências deferidas pelo Juízo da 2ª Vara Criminal de Maringá.

Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em duas propriedades rurais, uma loja de autopeças e em oito residências nas cidades de Maringá, Terra Rica, Atalaia e ainda em Andradina (SP). Houve uma prisão em flagrante por posse de um motor de veículo de origem ilícita. Além de receptação, são apurados crimes como prevaricação e corrupção passiva (no caso do policial), adulteração de sinal identificador de veículos e fraude para recebimento de seguros. O delegado já era investigado por corrupção passiva em outra operação realizada pelo Gaeco Maringá.

Ascom/Ministério Público do Paraná

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios