Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Quatro cães já estão em treinamento para apreensão de drogas e armas e, também, para atuarem em ações sociais; trabalho já apresenta resultados positivos

A Guarda Municipal de Londrina (GML) está fazendo o adestramento de cães para reforçar as rondas da corporação. Além de atuarem em operações de apreensão de drogas e armas, os cães também vão exercer função social, em visitas a escolas, hospitais e centros de convivência para idosos.

O projeto tem por objetivo proporcionar segurança efetiva e contínua, oferecendo ações integradas de prevenção, defesa e proteção ao cidadão. O trabalho foi idealizado em 2014, pelo guarda municipal Jesse Vander Bortoto e passa a ser realidade nesta gestão. “Em 2014 eu estive na Guarda Civil Municipal de Guarulhos. Lá eu participei de um curso de qualificação sobre canil e tive a ideia de montar o projeto”, contou Jesse.

Atualmente, estão sendo treinados quatros cães, dos quais três da raça Doberman e um da raça Pastor Belga Malinois. O treinamento é feito todos os dias, na sede administrativa da Guarda Municipal, que fica na rua professor Joaquim de Matos Barreto, 333, no Jardim Higienópolis. Os cães estão sendo treinados por seis guardas municipais condutores, todos capacitados, com cursos de adestramento e de condução de cães. Os cachorros também estão recebendo os cuidados da veterinária voluntária Sarah Crespo.

Segundo Bortoto, para que o cão esteja totalmente pronto é necessário pelo menos um ano de treinamento. “A Pastora Belga Malinois está sendo treinada há um ano e dois meses. Os outros, há cerca de três meses”, informou.

De acordo com o guarda, apesar dos cães ainda estarem em treinamento, o trabalho já vem apresentando resultados positivos. A Pastora Belga Malinois já atuou em duas operações, ambas com sucesso. “Na primeira, que aconteceu há cerca de um mês, ela encontrou 62 pinos de cocaína em um terreno vazio, na região oeste. Na segunda, há duas semanas, ela prestou apoio ao Serviço Reservado da GM, quando localizou nove porções de maconha, também em um terreno baldio. Além da droga, nessa operação, foi apreendido um menor e R$ 200,00 em dinheiro”, informou.

Bortoto contou que o próximo passo do projeto é a construção de um canil. Após a construção, a GM pretende atuar com mais seis cães. “Pretendemos treinar um cão para fazer busca e salvamento de pessoas perdidas”, destacou.

Função Social - Além de atuarem na apreensão de drogas e armas, os cães também serão utilizados em função social. “Um importante objetivo deste projeto é a parte social. Queremos levá-los a hospitais, escolas e centros de convivência para a pessoa idosa, para que eles levem alegria a essas pessoas”, ressaltou.  

Para solicitar a visita dos cães é necessário entrar em contato com a Guarda Municipal, pelo telefone 153 ou 199, em horário comercial, de segunda a sexta-feira.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios