Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A fim de diminuir a quantidade de acidentes graves em rodovias e trechos que cortam o Município, agentes de segurança farão blitz e ações educativas

Ontem (19), das 9h às 11h30, o secretário de Defesa Social, coronel Rubens Guimarães de Souza, participou do lançamento da Operação Rodovida. Durante a manhã, a Polícia Rodoviária Federal (PRF),coordenadora da ação, realizou a primeira ação operacional em frente ao Parque de Exposições Ney Braga.

A operação conta com a participação da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Polícia Militar, Polícia Civil, Secretaria Municipal de Defesa Social, da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) e do grupo de Trânsito formado pelo Ministério Público do Paraná.

A intenção das entidades de segurança pública é reduzir a quantidade de acidentes graves em pontos críticos localizados nas estradas e nas rodovias que cortam o Município. Em todo Brasil, a Polícia Rodoviária Federal mapeou 100 pontos críticos, destes, três estão localizados na região de Londrina, no trecho que vai de Ibiporã a Rolândia.

Segundo o secretário de Defesa Social, além da prevenção de acidentes graves, a operação objetiva inibir e prevenir a criminalidade. Para isso, serão realizadas blitz em pontos estratégicos, em todos os horários, para verificação de documentos do motorista e dos veículos.

Guimarães explicou que com a fiscalização intensa é possível, por exemplo, ajudar na redução de acidentes causados por motoristas alcoolizados, além de prevenir roubos e furtos que podem vir a serem realizados com veículos advindos do crime. “Isso é importante, principalmente, porque em época de fim de ano há mais pessoas movimentando a economia local e maior descolamento de veículos nas estradas”, destacou.

O coordenador da operação em Londrina e chefe da 7ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, Marcos Pierre Vespermann Carvalho, explicou que a operação existe desde 2011, mas pela primeira vez será realizada em Londrina. Mais de 50 agentes da PRF estarão na cidade para ajudar na fiscalização. Além das blitz, serão feitas ações educativas em conjunto com o SEST/SENAT.

O foco das ações dos policiais está voltado para as principais atitudes dos condutores que acarretam acidentes graves como, por exemplo, excesso de velocidade,  ultrapassagens indevidas, embriaguez ao volante e falta de uso do cinto de segurança. Os motociclistas também receberão atenção especial.

“Nós faremos blitz nos pontos mapeados e planejados em conjuntos com as forças de segurança a qualquer hora do dia ou da noite, até a chegada do carnaval. Nossa intenção é diminuir a quantidade de acidentes graves nas rodovias fora e dentro dos municípios”, explicou Carvalho.

Estiveram presentes na solenidade o coronel e secretário de Defesa Social, Rubens Guimarães de Souza, o chefe da 7ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, Marcos Pierre Vespermann Carvalho, o capitão da 2ª Companhia da Polícia Rodoviária Estadual, Alessandro Luis Wolski, o capitão e sub-comandante, Mário Celso Andrade, e o gerente de fiscalização de trânsito da CMTU, Jonas Rico, e representantes da Econorte.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios