Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O objetivo é divulgar o telefone 153 da GM e pedir a colaboração para evitar furto, roubo, vandalismo, entre outros crimes

A Secretaria Municipal de Defesa Social, por meio da Guarda Municipal de Londrina, realizou durante esta semana, mais uma ação do projeto “Informar para proteger”, que tem a finalidade de conscientizar o servidor público quanto às medidas de segurança em seu expediente, durante e após o atendimento ao público. A ação também traz informações para os usuários dos serviços públicos sobre quando e como eles podem acionar a instituição, que atende pelo telefone 153.

A ação mobiliza guardas municipais que durante abordagem aos cidadãos que moram no entorno de escolas, unidades de saúde, entre outros prédios da cidade, explicam a importância da observação e da colaboração – em forma de denúncia da presença de suspeitos – nos momentos em que não houver servidores trabalhando.

De acordo com o secretário de Defesa Social, Pedro Ramos, a administração está em constante avanço no que se refere à proteção dos bens serviços e instalações municipais. Ele contou que além desse trabalho, a Secretaria desenvolveu o Plano de Segurança das Instalações. Por meio dele, a Guarda Municipal vai aos estabelecimentos e faz um levantamento de todas as vulnerabilidades do ponto de vista da segurança, como melhorias na iluminação, poda de árvores, conserto em grades, portas e janelas. “Após a vistoria, o laudo é repassado ao gestor de cada prédio e para o secretário da pasta, para que dentro da conveniência e oportunidade possam ser feitos os reparos necessários”, explicou.

A terceira intervenção, citada pelo secretário, é com relação a alarmes. “Fizemos um projeto para que seja colocado alarme em todos os prédios do município. Isso vai facilitar para que a guarda possa imediatamente, ao conhecimento de um fato, poder intervir. Esse projeto de alarme iniciou com a Secretaria Municipal de Educação, ou seja, estamos na fase de conclusão do processo de licitação a expansão do atendimento na nossa central de videomonitoramento para receber a informação que vem das escolas”, contou.

Para o inspetor da Guarda Municipal, GM Eliel Costa, o apoio da comunidade é de grande importância para que diminua os índices de criminalidade. “Temos por filosofia um conceito de Polícia Comunitária, polícia cidadã, ou seja, devemos buscar sempre nos aproximar da comunidade. Reforço que contamos com a participação através de denúncias para combate aos danos ao patrimônio público e demais ilícitos no entorno das praças, escolas, e unidades de saúde. Segurança Pública não se faz sozinho. É dever do Estado e responsabilidade de todos. O cidadão londrinense é muito importante para cuidar desses espaços públicos, assim como a próprio Guarda Municipal, pois em muitas vezes, os filhos, sobrinhos e parentes dos agentes estudam nas escolas municipais ou são atendidos na unidade de saúde do bairro, o que aumenta o comprometimento da instituição no trabalho de proteção”, reforçou.

Nesta semana os guardas visitaram algumas residências nos arredores das escolas municipais Jovita Kaiser e Ruth Lemos, na zona norte de Londrina. Foi feita explicação do trabalho preventivo realizado diariamente pelos agentes durante os turnos de serviço em motocicletas e viaturas, e através do sistema de videomonitoramento por câmeras de segurança. Durante a ação foi entregue um panfleto com informações e o telefone 153 da central da GM. O serviço funciona todos os dias, 24 horas. A ligação é gratuita de qualquer telefone.

Bruno Amaral/Defesa Social

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios