Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Os guardas municipais passaram por formação de 200 horas junto à CMTU

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Defesa Social e da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), realizou a cerimônia de formatura e entrega dos certificados aos 21 agentes guardas municipais que passarão a colaborar na fiscalização do trânsito no município. A solenidade aconteceu, ontem, 4, no auditório do Senac, região central.

Os guardas cumpriram 200 horas de treinamento teórico e prático nos meses de setembro e outubro. A grade das aulas respeitou o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e à portaria 94/2017 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

O secretário municipal de Defesa Social, Pedro Ramos, informou que o objetivo dessa atividade, além de atender a uma legislação federal que outorga às guardas municipais essa possibilidade, é atender melhor a população. “Se nós temos mais agentes nas ruas, podendo socorrer as pessoas num momento de infortúnio no trânsito, durante o patrulhamento pelos próprios municipais, como por exemplo se o GM se deparar com uma infração de trânsito em frente a uma escola, colocando em risco a vida de uma criança, nós teremos um guarda para atuar. Teremos quatro ou cinco guardas por turno que poderão atender num momento em que a CMTU não estiver atuando, e prestar um bom atendimento para a população”, informou.

O trabalho de fiscalização funcionará 24 horas por dia. Ainda de acordo com o secretário, a instituição não assume a responsabilidade pelo trânsito na cidade. “A incumbência primária do trânsito na cidade é da CMTU (no trânsito das vias em geral), e da companhia de trânsito da Polícia Militar, no que se refere à elaboração de boletim e atendimento de acidentes. O trabalho dos guardas será de atender, caso se deparem com alguma situação de trânsito durante os turnos de patrulhamento, e dar uma resposta imediata para a população”, explicou.

Para o diretor de Trânsito da CMTU, Sérgio Dalbem, o trabalho da guarda vem somar com o dos agentes da companhia, fazendo a mesma fiscalização durante o dia, e complementando durante à noite, quando há mais dificuldades. “Ao mesmo tempo a guarda não deixa de fazer seu trabalho, pois essa nova atividade é um complemento. Conforme for fazendo o trabalho de patrulhamento na via e for se deparando com infrações, previamente cometidas pelos usuários da via, eles podem tomar as providências cabíveis, sempre de acordo com a lei”, informou.

No final da cerimônia todos os agentes receberam os certificados de formação. Foi feita também a assinatura do plano de trabalho e de um termo de cessão dos equipamentos que são 4 palms (aparelho para impressão da infração), além de carregadores, baterias e bobinas.

Estiveram presentes na solenidade: Ricardo Filipi Pecoraro, Delegado chefe da Polícia Federal; Sérgio Oliveira, chefe substituto da Polícia Rodoviária Federal; Coronel José Luis, 2º Comando Regional; Fausto Anami, Diretor de Trânsito da prefeitura de Cambé; Luis Carlos Giroto, assistente administrativo da prefeitura de Cambé; Assessoria do deputado estadual Boca Aberta Junior e deputados federais Boca Aberta, Filipe Barros e Luísa Canziani; Assessoria dos vereadores João Martins, Eduardo Tominaga e Ailton Nantes.

Bruno Amaral/Defesa Social

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios