Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A 1ª Promotoria de Justiça Astorga, no Norte-Central paranaense, ofereceu denúncia contra o ex-prefeito da gestão 2013-2016 e o atual secretário de Administração e Finanças de Astorga pela prática dos crimes de peculato e desvio de verbas públicas. De acordo com a denúncia, os réus teriam utilizado contrato do Município com os Correios para a distribuição de material impresso direcionado à promoção pessoal do ex-prefeito.

Conforme apurou o Ministério Público do Paraná, em julho de 2016, o então prefeito enviou 7.464 exemplares de um jornal com promoção pessoal utilizando verba da prefeitura para o pagamento dos Correios, com anuência do secretário, que autorizou o pagamento. A impressão dos jornais (no formato tabloide, com 72 páginas) também havia sido inicialmente solicitada com verba pública, entretanto, ante parecer contrário da Procuradoria do Município, o gestor municipal acabou pagando a impressão com recursos próprios.

Ascom/MPPR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios