Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, afirmou durante o lançamento da campanha “Stop The Crash”, da Global NCAP, na terça-feira (17), que o Brasil está comprometido com as questões que envolvem a segurança veicular e trabalha proativamente para elevar cada vez mais a segurança dos veículos fabricados no país. No evento, foi demonstrada a utilização de novos equipamentos de segurança como os freios ABS e controle eletrônico de estabilidade.

O Ministério das Cidades está alinhado com as iniciativas que tornam o trânsito mais seguro. “O Contran estabeleceu obrigatório, a partir do ano que vem, o uso dos freios ABS e do CBS em motocicletas. Além disso, encontra-se em fase final de discussão a obrigatoriedade do Sistema Eletrônico de Estabilidade (ESC) nos veículos de passeio. Também iniciará, em breve, estudo para a implantação do sistema de frenagem autônoma. Todos estes itens, de baixo custo de implantação, terão sua importância e eficácia demonstradas hoje no Stop The Crash”, explicou ministro.

Para ele, a Global NCAP é um importante parceiro do Ministério na ação de segurança veicular, promovendo o intercâmbio e o treinamento dos técnicos do Denatran. “Há alguns anos, os resultados dos testes apontavam condições bastante precárias de segurança dos veículos. Entretanto, em menos de cinco anos, tem se verificado que a mudança de legislação aliada às iniciativas do setor privado tornam cada vez mais seguros os automóveis vendidos no país”, disse.

A iniciativa da Global NCAP e de seus parceiros é considerada pelo ministro de extrema relevância por demonstrar a utilidade de itens de segurança que são comprovadamente eficazes na preservação da vida no trânsito. Segundo Kassab, o país está alinhado às propostas da Organização das Nações Unidas (ONU) para reduzir pela metade o número de mortes e lesões por acidentes de trânsito até 2020. “Em pouco tempo, O Brasil irá aderir aos acordos do Fórum Mundial para a Harmonização dos Regulamentos Veiculares da ONU, o WP.29, para fazer parte dos debates de vanguarda sobre a segurança de veículos que ocorrem naquele ambiente. “Caminhamos em conjunto com a os parceiros do Stop The Crash para, de fato, darmos um basta na mortalidade no trânsito, não somente pelo aprimoramento tecnológico dos veículos, como também na conscientização da população por meio de educação e fiscalização do trânsito”, garantiu.

Asimp/Ministério das Cidades

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios