Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A cerimônia contou com a presença do governador do Estado, Beto Richa, e da vice-governadora, Cida Borghetti; Londrina conta agora com mais 140 policiais militares

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, participou ontem(10), da solenidade de encerramento do Curso de Formação de Soldados do norte do Paraná. A cerimônia contou com a presença do governador do Estado, Beto Richa, e da vice-governadora, Cida Borghetti e foi realizada no Ginásio de Esportes Moringão.

Segundo Marcelo, o governador do Estado e a vice-governadora fizeram uma grande parceria com Londrina nos últimos quatro anos, pois as maiores obras da cidade foram ou estão sendo realizadas com recursos do governo estadual como, por exemplo, a duplicação da PR 445 e da Avenida Castelo Branco, a reforma e ampliação do Hospital da Zona Norte, a desapropriação das laterais do Aeroporto e a revitalização da Avenida Saul Elkind. “Espero que essa parceria com o governo do Estado continue e vai continuar, porque o governador é de Londrina e tem um carinho muito grande pela nossa cidade”, destacou o prefeito.

Hoje, formaram-se 394 policiais militares (PM) e 33 bombeiros, totalizando 427 novos militares estaduais para a área de abrangência do 2º Comando Regional do Paraná (norte do Paraná). Destes, 19 bombeiros estudaram no 3° Grupamento de Bombeiros de Londrina (3º GB) e 140 policiais participaram do curso no 5° Batalhão da Polícia Militar (5º BPM) e na 4ª Companhia Independente de Polícia Militar (4ª CIPM) em Londrina. Os demais fizeram as aulas práticas e teóricas nos núcleos de ensino das cidades de Jacarezinho, Apucarana, Rolândia, Cornélio Procópio, Ivaiporã e Arapongas. “Os novos soldados representam um efetivo de quase 3 mil policiais, que com certeza vão melhorar a segurança no Estado”, destacou Marcelo.

Durante a solenidade o governador do Estado, explicou que, em todo Paraná, formaram-se 2.800 policiais e bombeiros militares, sendo que para a região de Londrina e Maringá são 800 policiais para atenderem a região norte e noroeste. Do efetivo total de Polícia Militar, que é de 21 mil soldados, cerca de 10 mil deles foram contratados durante os últimos 6 anos.  

“Temos a felicidade de anunciar ao Paraná mais 2.800 policiais para reforçar e fortalecer a segurança pública no Estado, começando por Londrina e Maringá. Nos últimos meses entregamos armas e munições aos policiais, 900 pistolas austríacas Glock e teremos a entrega de armas de longo alcance e coletes a prova de bala”, afirmou o governador.

Segundo o coordenador-geral do Curso de Formação de Soldados de 2016, Major Hilberaldi Correia de Lima, 140 novos policiais trabalharão em Londrina. Eles estão aptos a exercerem todas as atividades da Corporação, sejam elas de policiamento de rua ou de inteligência. “A vinda dos policiais é um reforço no policiamento e na segurança da cidade, visto que o material humano é o principal elemento da Corporação”, disse.

Lima explicou também que os novos integrantes vêm de uma reposição programada do efetivo da Polícia Militar do Paraná, dado o número de aposentados e daqueles que pedem exoneração, mas também representam um aumento real do efetivo.

De acordo com o 3º Grupamento de Bombeiros, dos 19 formados, 12 militares serão redistribuídos para Londrina seguindo os critérios estabelecidos pela Corporação.

Diversas autoridades entre civis e militares estiveram presentes na formatura dos policiais, entre eles os vereadores Jamil Janene, Filipe Barros, Mario Takahashi, Vilson Bittencourt, Guilherme Belinati, Péricles Deliberador, Eduardo Tominaga, Ailton da Silva Nantes e João Martins. Entre os deputados estaduais que marcaram presença, estavam Luiz Claudio Romanelli, Alexandre Curi, Devanil Reginaldo da Silva (Cobra Repórter), Tiago Amaral, e o presidente da Comissão de Segurança na Assembleia Legislativa, Mauro Moraes.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios