Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Programa chega a duas escolas em Londrina e duas em Foz do Iguaçu. Agora, são 77 colégios, de 11 municípios. É uma iniciativa do Governo do Paraná em conjunto com a Polícia Militar e as Secretarias de Estado da Educação e do Esporte; e da Segurança Pública.

Mais quatro escolas estaduais do Paraná, duas em Londrina (Norte) e duas em Foz do Iguaçu (Oeste), foram contempladas pelo Programa Escola Segura. Agora, são 77 escolas, de 11 municípios, com a iniciativa, além de 152 policiais militares da reserva em ação.

O programa é uma iniciativa do Governo do Paraná em conjunto com a Polícia Militar e as Secretarias de Estado da Educação e do Esporte; e da Segurança Pública. Foi criado para trazer mais segurança e integrar a comunidade escolar com a PM. Além da presença física dos policiais nas escolas em dois turnos, das 7h às 15h e das 15h às 23h, o projeto prevê o suporte de unidades móveis da Polícia Militar e integração com o serviço de inteligência da área de segurança.
Em Foz, a chegada do Escola Segura ao Colégio Estadual Carlos Drummond de Andrade foi comemorada pela equipe da instituição. O diretor Jeferson Heindrickson conta que a expectativa em relação à iniciativa é grande por parte da escola e também pela comunidade. “Estamos localizados em região de vulnerabilidade, e tanto os professores quanto os alunos receberam muito bem o programa. Esperamos, em breve, ver os resultados, já que foi um projeto muito desejado por nós”, diz.

Nas escolas onde o programa já está ativo há um tempo, a aprovação é alta. No Colégio Estadual Antônio de Moraes Barros, em Londrina, por exemplo, a diretora Dilza da Silva Almeida considera o Escola Segura essencial para o bom funcionamento das instituições de ensino.

“O monitoramento da segurança na escola pública, com observações ou até mesmo abordagem de pessoas suspeitas no entorno da escola, além de intervenções pontuais dentro do colégio, faz do Escola Segura um trabalho de excelência”, diz.

Escolas contempladas

O Programa foi anunciado pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior em março de 2019. Na ocasião, ele destacou que o ambiente escolar precisa ser de tranquilidade, por se tratar de um local de aprendizado, que auxilia os jovens no exercício de sua cidadania.

Até o momento, receberam o programa 25 escolas de Londrina, 12 de Foz do Iguaçu e 40 colégios de nove municípios da Grande Curitiba. As instituições de ensino são selecionadas a partir de critérios técnicos, para que esses ambientes tenham rotinas equilibradas, em respeito aos alunos, pais, professores, pedagogos e vizinhos.

O trabalho é um complemento às atividades preventivas já desempenhadas pelo Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária, unidade responsável pelo treinamento dos policiais militares voluntários e que coordenará o programa nos colégios estaduais.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios