Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Resolução do Contran prevê que a partir de 2016, transportes escolares serão obrigados a disponibilizar equipamento para crianças

Na quarta-feira (8), a senadora Gleisi Hoffmann e os deputados federais da bancada paranaense  acompanharam  o vereador de Curitiba Jairo Marcelino e Marcos de Bem, presidente do Sindotec (Sindicato dos Operadores de Transporte Escolar de Curitiba), em audiência com Alberto Angerami, diretor do Denatran e Gustavo Kuster, chefe da divisão de regulamentação técnica do Inmetro para tratar da Resolução 533/2015 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que vai obrigar transportes escolares a ter cadeirinha para crianças de até 7 anos e meio.

A obrigatoriedade passa a valer a partir de 1º de fevereiro de 2016 e deixou os trabalhadores e empresários do setor preocupados com as adaptações que devem ser feitas nos veículos de transporte escolar. “Não somos contra as adaptações e sabemos da importância dos equipamentos para a segurança das crianças que transportamos. Tanto que o bebê conforto, para crianças de até 1 ano, já é usado nas vans escolares. Mas precisamos de tempo para essas mudanças, que oneram os transportadores e consequentemente, os pais nas mensalidades”, comentou o presidente Marcos de Bem.

Segundo Alberto Angerami, o Denatran está sensível às reivindicações do setor e ouvindo todos os argumentos para que seja construída uma solução em conjunto. “Mesmo com o prazo da resolução, isso não quer dizer que não podemos conversar, mediar e chegar em um consenso, sempre primando a segurança no trânsito”.

Para a senadora Gleisi Hoffmann, a reunião foi bastante produtiva e mostrou a disposição do Denatran, com o apoio do Inmetro, em mediar soluções para essa questão. “Temos que primar sempre pela segurança das crianças. Pedimos ao Denatran que faça um estudo com as estatísticas de trânsito e que avalie as soluções propostas pelas entidades de transportadores escolares e pela sociedade civil. Penso que ter um tempo para a adaptação é necessário”, comentou.

Participaram também da reunião os deputados federais Enio Verri, Toninho Wandscheer, Aliel Machado, Osmar Serraglio, Christiane Yared e Leandre.

Asimp/Senado

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios