Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Renda será revertida para a manutenção das atividades da Associação Londrinense Interdisciplinar de AIDS, em atividade há 30 anos

Respeitada nacionalmente, a Associação Londrinense Interdisciplinar de Aids, a ALIA, promove neste domingo (18) um evento destinado à arrecadação de recursos para manutenção de suas atividades, iniciadas há 30 anos.  Trata-se da Galinhada Goianense, que será realizada, a partir do meio-dia, na Chácara da Dinda, localizada nas proximidades da barragem do Lago Igapó (Rua Almeida Garret 292). 

Além da galinhada, o cardápio terá Tutu de Feijão com Bacon e Molho Vinagrete. Os pratos serão preparados pela chef Juliana Lopes.  Convites, reservas e mais informações através dos seguintes telefones/ WhatsApp: (43) 99978.6212 e 99811.5226.

Os participantes da Galinhada Goianense poderão apreciar também a programação artística, que contempla uma roda samba composta por professores e alunos da Escola Canto da Lira e discotecagem do DJ Jô Moreno. O evento prossegue até às 19 horas. 

O valor arrecadado será revertido para o custeio de despesas mensais da ALIA como água, luz, telefonia e internet, produtos de limpeza e conservação, além do custeio dos serviços de contabilidade. Os gastos giram em torno de, ao menos, R$ 1,2 mil mensalmente.

A Galinhada Goianense é uma das opções encontradas pelos voluntários para captar recursos para a ALIA. Sim, a Associação Londrinense Interdisciplinar de AIDS enfrenta dificuldades financeiras, em função do rompimento do patrocínio por parte de uma empresa multinacional, em outubro de 2018.

“Desde 2006, o setor privado era o nosso principal financiador. Muitas empresas, no entanto. parecem que decidiram rever seus pilares de responsabilidade social, talvez motivadas por discussões, algumas equivocadas, como ideologia de gênero e escola sem partido”, analisam Roni Lima, presidente da ALIA.

Breve Histórico Da Alia

A Associação Londrinense Interdisciplinar de AIDS é uma Organização da Sociedade Civil (OSC), cujas atividades foram iniciadas em 6 de maio de 1989. Em três décadas de atuação, a ALIA é reconhecida pelo enfrentamento da epidemia de AIDS, por meio de ações que agregam prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/AIDS) e hepatites.

Além disso, ocupa-se com a promoção dos Direitos Humanos e acesso às garantias fundamentais de Cidadania às populações mais vulneráveis. Atualmente, a ALIA atende mensalmente cerca de 200 pessoas em ações internas. O quadro de voluntários é composto por profissionais da área médica e de outros segmentos.

As ações e projetos da ALIA contemplam também a participação ativa – e necessária – na elaboração de Políticas Públicas voltadas ao público atingido. Na área de Gestão em Saúde, a ALIA coordenou as oficinas de Planejamento Estratégico para construção do Plano Municipal de enfrentamento às IST/HIV e Aids 2018 a 2021 no município, aprovada pelo Conselho Municipal de Saúde no ano de 2018.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios