Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No fim de semana em que a escola de samba Rosas de Ouro comemorou seus 48 anos de história, a jornalista Ana Beatriz Godoi foi coroada rainha de bateria para o Carnaval 2020. No palco, a presidente da agremiação Angelina Basílio comandou a cerimônia ao lado de toda a diretoria e do mestre de bateria Rafael Oliveira.
De volta à Rosas de Ouro depois de 16 anos, Ana se emocionou ao falar para a comunidade antes de receber sua coroa e faixa. “Nada é por acaso, quem me descobriu está olhando por mim. Foi o Eduardo Basílio [fundador da escola e pai da atual presidente], que me coroou rainha da escola em 2003. Eu tenho certeza que foi ele que fez todo esse movimento para estar aqui hoje. Estou muito feliz”, disse sob aplausos.
A nova rainha nega que tenha ‘comprado’ o posto, até então ocupado pela atriz Ellen Rocche. “Mudei de escola por amor, por paixão, não fiz nenhum investimento, embora não veja problema nisso. Tenho uma história linda com a Rosas que nunca ficou no passado”, esclarece. “Não tive a oportunidade de conversar com a Ellen. Ela merece todos os aplausos, representou nossa bateria e continua fazendo parte da Rosas”.

Em 2020, a Sociedade Rosas de Ouro levará para o Sambódromo do Anhembi o enredo “Tempos Modernos”. A escola será a última a desfilar no sábado, dia 22 de fevereiro. “Será o Carnaval mais especial da minha vida. Já vi o desenho da minha fantasia, estou empolgadíssima com tudo”, entrega.

Eduardo Graboski/Asimp

Clique nas fotos para ampliar

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios