Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No vídeo repostado pelo ex-jogador da seleção, o personal Marcelo Santana ministra treino para um garoto portador da Síndrome de Down. O ex-jogador possui uma filha com a condição

Não é todo dia que um craque que fez história no futebol brasileiro nota seu trabalho. E foi justamente por esse motivo que o personal Marcelo Santana recebeu com surpresa e entusiasmo a notícia de que o senador e ex-jogador da Seleção Brasileira Romário de Souza postou o vídeo no qual o profissional aparece ministrando um treino para o aluno David Ricardo, 36, portador de síndrome de Down.

O jogador convive diariamente com a condição, pois Ivy Faria, filha dele com a companheira Isabelle Bittencourt, é portadora da síndrome. Na postagem que já conta com mais de 55 mil curtidas, Romário elogiou a iniciativa e enfatizou a importância do trabalho. “Bora malhar também, galera! Olha aí o estímulo”.

O personal Marcelo Santana diz que além de reconhecimento, ações com a de Romário difundem conhecimento sobre as alternativas e iniciativas que podem melhorar a qualidade de vida das pessoas com Down, além de quebrar as barreiras do preconceito. “Muitas vezes nós tratamos os portadores como alguém diferente, sendo que a diferença que está criando somos nós”.

Tratamentos estimulantes são para Marcelo uma das melhores maneiras não apenas de melhorar o condicionamento físico dos portadores, que naturalmente já nascem com limitações como a hipotonia— diminuição do tônus muscular—, como também de fortalecer o lado emocional e afetivo. “É uma questão de respeitar a individualidade biológica. Provocar estímulos, dar novos comandos, tentar trabalhar a coordenação de outros ângulos. Durante todo esse processo você aprende como profissional, com David, por exemplo, desenvolvi uma relação de irmão e isso foi muito importante para ele também”, conta.

Para Marcelo é necessário enfatizar cada vez mais a importância dessas prática. “Muitas famílias que convivem como o Down não tem conhecimento dessas alternativas e dos benefícios de estimular o portador desde cedo. E isso não apenas com atividades físicas, mas também por meio de cursos e aulas que trabalhem toda a parte cognitiva”.

Após a reportagem do craque, o personal recebeu dezenas de dúvidas sobre o treino: foram quase dois mil novos seguidores na rede social. Marcelo diz que isso é uma notoriedade que ajuda a difundir a importância e democratizar os benefícios de trabalhos do gênero. “Se os formadores de opinião em peso começassem a compartilhar iniciativas como essa, muitas pessoas poderiam ser atingidas. Tenho certeza famílias que não sabiam desses benefícios foram alcançadas com a postagem dele”.

O profissional defendeu que os incentivos devem ser encorajados, e o primeiro passo para isso é entender a necessidade deles. “Esse tipo de ação não depende de um profissional e sim de compreender a diferença que criar estímulos e trabalhar a individualidade faz na vida dessas pessoas”. E completou: “A causa é de extrema importância para mim não apenas como profissional, mas como ser humano também. Coloco me à disposição caso a filha do Romário precise de um personal.”

MF Press Global

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios