Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ela realmente vem fazendo sucesso e alimentando o mercado fitness de expectativas. Entrando de sola, Renata Spallicci mal começou sua vida como atleta e já recebeu um super convite para representar o fisiculturismo nos Estados Unidos através da WBFF, convite almejados por muitas atletas, pois este é o primeiro passo para se conquistar o tão sonhado green card e fazer nome no país. Mas ainda não foi desta vez, ela que cuida de uma fábrica de remédios, a Apse, uma editora e ainda palestra e monta workshop, além de ser esposa e ter filhos, Renata não poderia largar o Brasil no momento para se aventurar nas terras do Tio San. 

Bem sucedida. Executiva. Linda. Embaixadora WBFF (World Beauty Fitness Fashion). Motivadora. Coach. Palestrante. São muitos atributos em uma mulher só. Difícil mesmo de acreditar que estejamos falando de uma pessoa real, e não de mais uma criação da DC Comics como a Mulher Maravilha. 

Em um contexto pós moderno e contemporâneo, no qual as pessoas são compelidas a serem multi-tarefas, super ágeis, apresentar resultados e suportar a pressão, seria normal para qualquer um enlouquecer. Não a Renata. Ela se qualifica como uma “realizadora compulsiva”, e que se sente realizada em abraçar novos desafios.

Além de tudo isso, Renata ainda tem tempo para sua vida pessoal e especificamente para o amor. Renata está noiva. Isso mesmo: ao contrário da personagem dos quadrinhos de herói, essa mulher maravilha da vida real pode acabar tendo um final feliz e se casar. Não lhe bastaria “apenas" conquistar o mundo, se não houvesse espaço para o amor. Parafraseando o sábio apóstolo Paulo em sua carta aos Coríntios: se não tivesse amor, de nada valeria tudo que eu conquistei.

MF Press Global

Clique nas fotos para ampliar

Foto: Bill Fotos / MF Press Global
Foto: Bill Fotos / MF Press Global

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios