Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Novos voos e alta do dólar trazem mais turistas ao Costão do Santinhonesse Verão. Resort manteve ocupação máxima no período de baixa temporada, entre abril e outubro, movimentando a economia local. Expectativa é de 50% a mais de argentinos em relação ao ano passado

Podendo ser visto como secundário,ou mesmo supérfluo para a economia, o turismo poderia ser um dos maiores atingidos em meio à crise que se instalou em diversos setores no Brasil. Mas, contrariando as expectativas do pessimismo, o Resort Costão do Santinho em Florianópolis manteve sua taxa de ocupação máxima nos finais de semana entre os meses de abril e setembro de 2015, mantendo ainda empregados os mais de 800 funcionários que lá prestam serviço.

Empregando em sua maioria moradores locais, o Costão já ocupa espaço próprio na economia de Florianópolis, para além de sua importância para o turismo. O Resort já tem público cativo ao longo de seus quase 25 anos de existência, mas os eventos corporativos e pacotes temáticos são a grande estratégia adotada para garantir o nível de ocupação ao longo de todo o ano.

A novidade para os brasileiros são as duas novas linhasda Azul Linhas Aéreas, nos trechos Londrina-Florianópolis e Maringá-Florianópolis,que vão favorecer muito a região nesse verão. Para o público dessas cidades, a facilidade dos voos diretos pode ser um grande facilitador para as férias de verão.

O Diretor Comercial do empreendimento, Rubens Régis, conta como foram criados os pacotes temáticos no Costão, estratégia que permitiu diversificar o serviço e o público ao longo dos meses. “Investimos em uma boa estrutura com piscinas aquecidas, recreação infantil, trilhas, cinema, boate noturna. Assim o turista não precisa da praia para se divertir, o Costão apresenta uma infinidade de programações, além da praia de verão”, completa.

O Costão do Santinho promove Pacotes especiais para idosos, festival de dança, programas de Spa e sedia diversos eventos empresariais. Você ainda pode realizar seu casamento nas dependências do Resort, com todas as opções para facilitar e diversificar seu evento.

Mas alguns fatores externos também contribuíram para manter essa ocupação, como a alta do dólar e avalorização de moedas sul-americanas em relação ao real. “A expectativa é de que o número de argentinos aumente 50% nesse verão com a curta distância a que estamos e a valorização do peso frente ao dólar. As companhias aéreas também observaram esse movimento e cresceram os números de vôo entre Argentina e Brasil”, explica Rubens Régis.

“Como empresários experientes sabemos que essa é uma crise cíclica, como todas as outras e que, em dois ou três anos, a situação do turismo internacional deve se recuperar. Os investimentos de infraestrutura que estamos começando agora no Costão visam criar novas programações, de forma que tenhamos novidades para atrair os turistas quando o dólar voltar a seu preço competitivo”, completa.

A Argentina é o país latino americano com mais vôo para o Brasil, tendo computado um total de 13.817 em 2014. Diversificando o público por meio de uma programação super completa para todas as idades, o Costão do Santinho consegue se manter como ícone do turismo na região e símbolo de desejo para turistas do mundo todo. Criatividade e inovação são os segredos para superar a crise.

Ana Cândida/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios