Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Aquário de Paranaguá
 
AEN
 
O governador Beto Richa inaugura na próxima segunda-feira (13/01) o Aquário Marinho de Paranaguá. O espaço tem aproximadamente dois mil metros quadrados e vai abrigar cerca de 500 animais de diferentes espécies, a maioria encontrada na orla paranaense.

Além de abrir novas perspectivas para desenvolver o turismo, o governo estadual quer fazer do local um ambiente para trabalhar a educação ambiental. Dividido em três pavimentos, o aquário conta com 23 tanques, biblioteca, auditórios, mirante e jardim. A abertura ao público será na terça-feira (14), a partir das 10 horas.

Rossava Virga, bióloga responsável pelo aquário, explica que os últimos ajustes estão sendo feitos para atender os visitantes. “Queremos oferecer um espaço completo de lazer e conhecimento à população”, disse ela.

Entre as espécies que ficarão expostas estão o tubarão bambu, peixe leão e os pinguins. Em três recintos as pessoas poderão interagir com os animais. “Desde outubro, quando recebemos o aquário, estamos trabalhando e adaptando os recintos. Por isso, a inauguração demorou um pouco. Mas agora, estamos prontos para receber os moradores e turistas”, disse Rossana.

Ela contou ainda que o aquário terá um agendamento especial para escolas, com monitoria diferenciada para cada faixa de idade. O espaço também será usado para pesquisa, com atividades de campo, oficinas, ciclo de palestras.

O governo estadual também vai realizar neste ano obras de revitalização do entorno do Aquário na praça 29 de Julho. Entre as melhorias previstas estão a construção de um novo mercado de peixes, moderno e com mais infraestrutura, que dará melhores condições de trabalho para a maioria dos pescadores da região.

Compensação
 
A obra do aquário foi realizada pela empresa Catallini como forma de compensar o Estado pelos impactos causados ao meio ambiente após a explosão do navio Vicuña, em 2004, na Baía de Paranaguá. O projeto teve um custo de R$ 5 milhões.

A administração da unidade será feita pela empresa Acqua Mundo, que já administra um aquário em Guarujá (SP). Ela venceu o último processo licitatório após várias tentativas do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) em encontrar uma empresa interessada em gerir o local. “São poucas as empresas especializadas para administração e gestão de aquário marinho no país, daí nossa dificuldade em conseguir alguém que se interessasse pelo empreendimento”, explicou o presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto.

A empresa firmou o contrato por 20 anos e será responsável pelos animais, bilheterias, estacionamento, pessoal capacitado, lanchonetes, lojas e exposições no local. O contrato prevê a outorga de 2% da renda bruta mensal para o IAP, que vai fazer a fiscalização da concessão e terá autonomia para aplicar multas em situações de descaso ou má administração.

Atração
 
A inauguração do aquário tem criado expectativa na população de Paranaguá. Antonio Ramos, aposentado e morador de Paranaguá há 35 anos, aguarda a inauguração do aquário para levar suas duas netas que estão em férias escolares. “É importante termos um espaço como esse para lazer e conhecimento. É uma novidade que será bem aproveitada pela população”, disse ele.

A diretora-presidente da Paraná Turismo, Juliana Vosnika, afirma que o Aquário Marinho de Paranaguá é um importante atrativo turístico para a região litorânea do Estado. “Além de contribuir para a formação dos estudantes, que poderão conhecer as espécies marinhas de nosso Estado, o aquário deve atrair mais turistas para a região litorânea do Paraná”, afirmou.

Até o fim da temporada, o Aquário Marinho de Paranaguá vai abrir todos os dias, a partir das 10h às 20h. Durante as aulas escolares, 10h às 18h fechando as segundas-feiras. Os ingressos custam R$ 20,00 para adultos, R$ 15,00 para crianças entre 2 e 12 anos e R$ 10,00 idosos e aposentados.
 
 
 
 
Fotos: Divulgação/AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios