Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Sandra C. Pacheco/Asimp/ALEP

Por iniciativa do deputado Ney Leprevost (PSD), a Assembleia Legislativa realizou sessão solene no final da tarde de ontem (18) para homenagear a Igreja Católica Apostólica Romana e os 93 anos do nascimento de Karol Wojtyla, o Papa João Paulo II. No comando da solenidade, Leprevost falou sobre a importância de celebrar um Papa que teve atuação tão marcante na História da Igreja Católica. Ao mesmo tempo agradeceu o trabalho que padres, bispos, cardeais, diáconos, coordenadores de pastorais, movimentos e congregações e todos os organismos realizam na Arquidiocese da capital paranaense.
 
Sobre o Papa João Paulo II, lembrou que “foi líder mundial da Igreja Católica durante 27 anos no terceiro maior pontificado da história, apenas superado pelos Papas São Pedro (34 anos) e Pio IX (31 anos). Foi o único eslavo e polaco a liderar a Igreja, até sua morte, e quebrou o domínio italiano que se mantinha desde o holandês Adriano VI, em 1522. Aclamado como um dos líderes mais influentes do século XX, Karol Wojtyla assumiu uma função preponderante no fim do comunismo na Polônia e na Europa, além de ter contribuído decisivamente para a melhoria das relações entre a Igreja Católica e diferentes religiões”.
 
Foram homenageados durante a solenidade, entre outros, o bispo emérito da Arquidiocese de Curitiba, D. Pedro Fedalto; o cônego geral e chanceler da Mitra da Arquidiocese de Curitiba, Élio José Dall’Agnol; o padre José Carlos Veloso Júnior; o padre Fabiano Dias Pinto; o cônego Genivaldo Ximenes da Silva; o cônego André Biernaski; o padre Lino Zandoná; o padre José Aparecido Pinto; e o irmão Virgílio Balestro, do Colégio Marista Paranaense.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.