Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Turismo 07/01/2014  14h25

Aurora Boreal no Canadá

Por Peter Goldschmidt

É um lugar diferente. Aquele tipo de lugar que todos já ouviram falar, mas ninguém sabe bem onde fica. Estou falando de Whitehorse, uma cidadezinha da época da Corrida do ouro na região de Yukon, no norte do Canadá. Surgiu no final do século 19 com a descoberta de jazidas de ouro e cobre, e continua a ser uma cidade mineira até hoje. Nas últimas décadas foi descoberta pelo ecoturismo e recebe milhares de pessoas que vem até ela em busca das lindas paisagens, rios caudalosos e trilhas para caminhadas. Outros como eu, chegam até Whitehorse em busca da Aurora Boreal, um dos fenômenos naturais mais belos do mundo.

A Aurora Polar é um fenômeno causado pelo choque dos ventos solares com o campo magnético da terra. Este choque produz uma cortina de luz, geralmente de tom verde, que dança no céu por várias horas. A intensidade do fenômeno depende da posição da terra e da intensidade dos ventos solares. Em geral é vista entre Setembro e Abril, tendo sua maior intensidade nos meses de Setembro/Outubro e Março/Abril. O fenômeno acontece próximo a ambos os polos e leva o nome de Aurora Boreal quando visto no norte e Aurora Austral quando visto no sul.

As cidades de Whitehorse e Churchill, ambas no Canada, são consideradas os melhores lugares de observação no país. Os pacotes turísticos normalmente incluem um mínimo de 3 noites de observação, para aumentar as chances de ver o fenômeno. Embora a observação ocorra a noite, os dias não são nada tediosos. Como ocorre nos meses mais frios, a região normalmente está coberta de neve, o que permite vários tipos de atividades. A cidade é muito pequena e foi erguida as margens do rio Yukon. Um pequeno museu conta a história do lugar e da corrida do ouro de Klondike. Lojas vendem artesanato, roupas esportivas, arte local e jóias produzidas em ouro, prata e cobre.  Durante o inverno pode-se andar em trenós puxados por cães Alaskeanos, fazer trilhas em moto de neve, ou outras atividades de neve. Um boa opção é visitar a reserva de fauna Yukon Wildlife Preserve, e conhecer alguns animais típicos da região como linces, alces e bisões.
Se for a Whitehorse é provável que encontre temperaturas muito baixas, mas não se assuste, é possível alugar roupas apropriadas ao clima e todos os locais contam com aquecimento. Se planeja conhecer a região, sugiro aproveitar a escala nos voos e incluir alguns dias para conhecer Vancouver e Whistler. Ambas são boas opções para esqui, passeios e compras.

 
Para entender melhor este destino, sugiro assistir ao vídeo neste link: http://www.goldtrip.com.br/viaje-comigo-canada-aurora-boreal/
Peter Goldschmidt

 
Peter é membro da Família Goldschmidt que desde 1999 viaja pelo mundo descobrindo e divulgando novos roteiros turísticos. É também diretor da agência de turismo Gold Trip - Para saber mais entre em contato conosco através do site da Gold Trip – www.goldtrip.com.br  -   Fone: (11) 4411-8254
http://www.goldtrip.com.br/pacotes-para-canada/

Fotos divulgação/

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios