Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.


As principais autoridades do turismo no Brasil e Vietnã se reuniram na sexta-feira (5) na Casa Brasil, espaço do Governo Federal no Boulevard Olímpico (RJ) para firmar uma parceria para o incremento do setor de viagens das duas nações. O foco é aumentar o fluxo de visitantes em cada um dos destinos por meio da troca de experiências.

"Turismo, Cultura e Esporte têm uma ligação forte, caminham juntos e a Olimpíada é o melhor exemplo dessa energia", comentou o ministro interino do Turismo, Alberto Alves. Nguyen Ngoc Thien convidou o colega para visitar o seu país após os Jogos Olímpicos e o Paralímpicos e o parabenizou pela organização do maior evento esportivo do mundo.

Entre as áreas de interesse comum, destacam-se o ecoturismo. O Brasil é considerado o número um do mundo no quesito atrativos naturais pelo Fórum Econômico Mundial. Desde o fim dos anos 1980, o Vietnã investiu em infraestrutura turística e atualmente oferece ao público diversas opções de hospedagem para distintos públicos.

De acordo com a Organização Mundial de Turismo (OMT), o Vietnã recebeu 7,5 milhões de turistas de 2013, último ano com esse tipo de estatística do país oriental na principal entidade do setor. No mesmo ano, o Brasil recebeu pouco menos de 6 milhões de visitantes internacionais. No ano passado, as receitas geradas pelo turismo vietnamita totalizaram US$ 7,3 bilhões, segundo a OMT. No mesmo ano, US$ 5,8 bilhões foram injetados na economia brasileira pelo turismo. As relações diplomáticas entre Brasil e Vietnã foram estabelecidas em 1989. A Embaixada do Brasil em Hanói foi aberta em 1994 e o Vietnã estabeleceu sua Embaixada em Brasília no ano 2000. 

Informações N.Com/MT

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.