Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Paulo Roberto Sampaio/Asimp

Um festival para marcar a história de Claudia Leitte. Uma noite de homenagem e consagração no Festival de Verão Salvador. A cantora subiu ao palco da mistura e cantou os maiores sucessos de sua carreira, passeou por novos como Largadinho, e convidou fãs para no palco ensinarem a coreografia do verão.

Emoção também deu o tom da noite. Claudia interpretou Bem Vindo Amor e contou com a surpresa do filho Davi, que subiu ao palco, repetindo a cena de 2011, quando participou do show de gravação do DVD Negalora ao lado da mãe, em Salvador. Davi dançou, brincou e ainda vibrou como legítimo torcedor do Bahia.

Durante o show, a cantora apresentou um repertório forte, com seus maiores hits, que marcaram sua carreira, como Exttravasa, Beijar na Boca, Caranguejo, Mãozinha, Cai Fora, Famo$a, e novidades, como Amor Toda Hora. No repertório, o pagode baiano ganhou seu espaço.

Homenageando Rita Lee, ícone da década de 70, tema de seu Carnaval, Claudia subiu ao palco com figurino de estampa exclusiva com fotos, que contou com uma imagem da rainha do rock nacional aplicada em cristais.

Minutos antes do show, Claudia Leitte esteve na sala de imprensa, onde concedeu entrevista a dezenas de jornalistas brasileiros. A cantora falou da inspiração nos anos 70, e revelou um pouco da homenagem à Rita Lee.

“É uma forma carinhosa de demonstrar minha paixão por ela, de trazer alguém importante para a música brasileira. O repertório de hoje conta minha história, é todo pra cima, é Carnaval”, disse Claudia.

E a cantora falou da realização de um sonho este ano. “O projeto que tem mais falado na minha vida nesse momento é meu bloco Largadinho no Carnaval de Salvador. É um sonho meu há muito tempo, que se realiza agora”, disse ela, que ressaltou o sucesso de sua música do verão, que invade academias do Brasil e de países como Argentina, EUA, Itália e Portugal. “Essa música tem muito a ver com a gente, com nosso povo. A gente é simples, sabe receber bem, é suave, sutil. Largadinho é isso, um estado de espírito. É meu bloco”, completou.

A cantora também falou sobre a experiência como técnica do The Voice Brasil. “Foi sensacional estar no The Voice porque pude compartilhar minha experiência, o amor ao próximo. Estava acostumada a dirigir meu show e o principal foi a doação. Me senti muito feliz. Estou trazendo pra casa mais força, mais alegria”, afirmou.

Acompanhada da família nesta noite, Claudia falou ainda para a imprensa sobre maternidade: “fiz um show em Recife e cheguei às 8h da manhã, Davi estava dormindo e Rafa, acordado. Existe uma necessidade em mim de chegar em casa e me doar aos meus filhos. É muito amor envolvido. Corro muito contra o tempo. Minha mãe me ajuda, meu marido ao meu lado. Tudo na base do amor, de verdade”.

Após o sucesso no Festival de Verão Salvador, a cantora se prepara para comandar na noite deste domingo o trio elétrico sem cordas em Aracaju, no circuito do Pré Caju. Uma maratona que segue até o Carnaval, quando a Claudia estreia seu Bloco Largadinho, no circuito Barra/Ondina, no domingo, segunda e terça. Seus ensaios foram sucesso em público no Rio, São Paulo e em Salvador, onde tem data marcada para o próximo dia 30. Claudia estreia também este ano seu hotel temático, com andares batizados com nomes de seus hits, e celebra o terceiro ano de sucesso de seu camarote de Ondina, só para convidados.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios