Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Rony dos Santos Alves, Claudemar José Ferreira e Cleber Maricato.

Asimp/CML
 
Cantando hinos de louvor a Deus e de exaltação ao atual dirigente da Legião da Boa Vontade (LBV) no Brasil, o escritor e jornalista Paiva Netto; um grupo de crianças e jovens atendidos pela LBV na vizinha cidade de Maringá, foi o responsável pela animação da solenidade promovida pela Câmara de Vereadores para a concessão da Comenda Ouro Verde à unidade da instituição sediada em Londrina. Parceiros e colaboradores também marcaram presença ao evento que reuniu um público de aproximadamente 150 pessoas.
 
Realizada na última sexta-feira (30/8), a cerimônia foi dirigida pelo vereador Padre Roque (PR), acompanhado na mesa de honra pelo gerente administrativo da regional Sul da LBV, Claudemar José Ferreira; pela secretária municipal do Trabalho, Emprego e Renda, Kátia Marcos Gomes; pelo deputado estadual Antonio Carlos Belinati (PP) e pelo autor da honraria e presidente do Legislativo londrinense, Professor Rony Alves (PTB).
 
O reconhecimento ao trabalho de solidariedade desenvolvido pela LBV no Paraná e no Brasil, como braço importante do poder público nas ações de apoio material e social dirigidas principalmente às crianças e aos idosos carentes, foi valorizada pelo deputado estadual Antonio Carlos Belinati. “Recebam nesta oportunidade o reconhecimento da Assembléia Legislativa do Paraná porque sabemos que a tarefa de assistência social do Estado muitas vezes só é possível graças ao trabalho diário de muitas entidades, entre elas a LBV”, discursou o deputado.
 
Compromisso social
 
Ao ocupar a tribuna para saudar a LBV, o Professor Rony Alves disse que Londrina se orgulha da atuação da entidade que há 56 anos atua na cidade por meio de ações e educação e assistência de crianças, adolescentes e idosos. “Quando a semente é boa, a terra é boa; a planta cresce viçosa e bonita”, disse o vereador referindo-se ao trabalho de apoio da LBV às crianças carentes no contraturno escolar, envolvidas em atividades culturais e esportivas regulares, ao invés de ocuparem as ruas da cidade.
 
No seu discurso o professor Rony falou ainda da atenção especial concedida aos idosos pela LBV e lembrou que os programas vão além das fronteiras de Londrina, avançam pelo Estado e se estendem pelo Brasil. “Por isso nós confiamos e acreditamos no trabalho desenvolvido pela LBV”, disse para em seguida fazer a entrega da honraria ao gerente regional da entidade, Claudemar José Ferreira e ao dirigente local, Kleber Maricato.
 
Para agradecer a honraria concedida pelos poderes Legislativo e Executivo londrinenses, Claudemar Ferreira se valeu da palavras do líder nacional da entidade e dirigiu-se aos presentes lembrando que devemos sempre servir ao Criador, no amparo das criaturas “Portanto não percamos a oportunidade fazer o bem. Isto nos renova sempre”, leu Ferreira, a mensagem encaminhada por Paiva Netto. O gerente administrativo da regional Sul da LBV disse ainda que a entidade tem um compromisso histórico de combate aos problemas sociais no Brasil e no mundo e atua de forma organizada com uma equipe multidisciplinar e totalmente gratuita aos beneficiários, no desenvolvimento dos programas Criança: Espaço Futuro no Presente e Espaço de Convivência.
 
Reconhecimento internacional
 
A abrangência dos programas e ações como também a excelência do trabalho realizado pela entidade, permitiram que a LBV se tornasse a primeira organização brasileira do terceiro setor a associar-se, em 1994, ao Departamento de Informação Pública (DPI), das Nações Unidas, e a conquistar na ONU, em 1999, o status consultivo geral no Conselho Econômico e Social (Ecosoc). Em 2000, a instituição passou a integrar a Conferência das Organizações Não Governamentais com Relações Consultivas para as Nações Unidas (Congo), em Viena, na Áustria. No Brasil, logo após a sua fundação, a LBV recebeu o Diploma de Utilidade Pública do governo federal.
 
Em Londrina, a Legião da Boa Vontade iniciou suas atividades em abril de 1957. Durante décadas, manteve a creche e pré-escola Alziro Zarur, na rua São Francisco de Assis, área central da cidade. Desde 2011, as atividades foram transferidas para o Centro Comunitário de Assistência Social da LBV, localizado na rua Serra dos Pirineus, no jardim Bandeirantes (zona oeste), onde a instituição atende cerca de 130 famílias em situação de vulnerabilidade social, oriundas da comunidade local como dos bairros vizinhos.
 
No Centro Comunitário, o trabalho da LBV beneficia cerca de 100 crianças, de 6 a 12 anos, por meio da realização de atividades culturais e recreativas, no horário inverso ao da escola. As crianças recebem gratuitamente material pedagógico, uniforme e alimentação e participam de oficinas com atividades lúdicas de Artes e de Música; Oficina do Saber, Cultura Ecumênica e Momento do Brincar, além de aulas de taekwondo. Outra importante ação desenvolvida pela entidade naquele local é o programa Espaço de Convivência, dirigido a idosos a partir dos 60 anos, que são convidados a integrar grupos de atividades esportivas, artesanais além de aulas de alfabetização.
 
 
 Coral Ecumênico Boa Vontade de Maringa com Gilberto Mensato, Cleber Maricato e Claudemar José Ferreira a vereadora Sandra Graça e o presidente do Legislativo Rony dos Santos Alves.
 
Rony dos Santos Alves, Juliana Lívia Bortolin, Luis Claudio Galhardi, Cleber Maricato, Claudemar José Ferreira e LeozitaBaggio Vieira
 
 
 
Claudemar José Ferreira, Cleber Maricato, Juliana Lívia Bortolin, Sandra Graça e Katia Marcos Gomes

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios