Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Rony dos Santos Alves, Claudemar José Ferreira e Cleber Maricato.

Asimp/CML
 
Cantando hinos de louvor a Deus e de exaltação ao atual dirigente da Legião da Boa Vontade (LBV) no Brasil, o escritor e jornalista Paiva Netto; um grupo de crianças e jovens atendidos pela LBV na vizinha cidade de Maringá, foi o responsável pela animação da solenidade promovida pela Câmara de Vereadores para a concessão da Comenda Ouro Verde à unidade da instituição sediada em Londrina. Parceiros e colaboradores também marcaram presença ao evento que reuniu um público de aproximadamente 150 pessoas.
 
Realizada na última sexta-feira (30/8), a cerimônia foi dirigida pelo vereador Padre Roque (PR), acompanhado na mesa de honra pelo gerente administrativo da regional Sul da LBV, Claudemar José Ferreira; pela secretária municipal do Trabalho, Emprego e Renda, Kátia Marcos Gomes; pelo deputado estadual Antonio Carlos Belinati (PP) e pelo autor da honraria e presidente do Legislativo londrinense, Professor Rony Alves (PTB).
 
O reconhecimento ao trabalho de solidariedade desenvolvido pela LBV no Paraná e no Brasil, como braço importante do poder público nas ações de apoio material e social dirigidas principalmente às crianças e aos idosos carentes, foi valorizada pelo deputado estadual Antonio Carlos Belinati. “Recebam nesta oportunidade o reconhecimento da Assembléia Legislativa do Paraná porque sabemos que a tarefa de assistência social do Estado muitas vezes só é possível graças ao trabalho diário de muitas entidades, entre elas a LBV”, discursou o deputado.
 
Compromisso social
 
Ao ocupar a tribuna para saudar a LBV, o Professor Rony Alves disse que Londrina se orgulha da atuação da entidade que há 56 anos atua na cidade por meio de ações e educação e assistência de crianças, adolescentes e idosos. “Quando a semente é boa, a terra é boa; a planta cresce viçosa e bonita”, disse o vereador referindo-se ao trabalho de apoio da LBV às crianças carentes no contraturno escolar, envolvidas em atividades culturais e esportivas regulares, ao invés de ocuparem as ruas da cidade.
 
No seu discurso o professor Rony falou ainda da atenção especial concedida aos idosos pela LBV e lembrou que os programas vão além das fronteiras de Londrina, avançam pelo Estado e se estendem pelo Brasil. “Por isso nós confiamos e acreditamos no trabalho desenvolvido pela LBV”, disse para em seguida fazer a entrega da honraria ao gerente regional da entidade, Claudemar José Ferreira e ao dirigente local, Kleber Maricato.
 
Para agradecer a honraria concedida pelos poderes Legislativo e Executivo londrinenses, Claudemar Ferreira se valeu da palavras do líder nacional da entidade e dirigiu-se aos presentes lembrando que devemos sempre servir ao Criador, no amparo das criaturas “Portanto não percamos a oportunidade fazer o bem. Isto nos renova sempre”, leu Ferreira, a mensagem encaminhada por Paiva Netto. O gerente administrativo da regional Sul da LBV disse ainda que a entidade tem um compromisso histórico de combate aos problemas sociais no Brasil e no mundo e atua de forma organizada com uma equipe multidisciplinar e totalmente gratuita aos beneficiários, no desenvolvimento dos programas Criança: Espaço Futuro no Presente e Espaço de Convivência.
 
Reconhecimento internacional
 
A abrangência dos programas e ações como também a excelência do trabalho realizado pela entidade, permitiram que a LBV se tornasse a primeira organização brasileira do terceiro setor a associar-se, em 1994, ao Departamento de Informação Pública (DPI), das Nações Unidas, e a conquistar na ONU, em 1999, o status consultivo geral no Conselho Econômico e Social (Ecosoc). Em 2000, a instituição passou a integrar a Conferência das Organizações Não Governamentais com Relações Consultivas para as Nações Unidas (Congo), em Viena, na Áustria. No Brasil, logo após a sua fundação, a LBV recebeu o Diploma de Utilidade Pública do governo federal.
 
Em Londrina, a Legião da Boa Vontade iniciou suas atividades em abril de 1957. Durante décadas, manteve a creche e pré-escola Alziro Zarur, na rua São Francisco de Assis, área central da cidade. Desde 2011, as atividades foram transferidas para o Centro Comunitário de Assistência Social da LBV, localizado na rua Serra dos Pirineus, no jardim Bandeirantes (zona oeste), onde a instituição atende cerca de 130 famílias em situação de vulnerabilidade social, oriundas da comunidade local como dos bairros vizinhos.
 
No Centro Comunitário, o trabalho da LBV beneficia cerca de 100 crianças, de 6 a 12 anos, por meio da realização de atividades culturais e recreativas, no horário inverso ao da escola. As crianças recebem gratuitamente material pedagógico, uniforme e alimentação e participam de oficinas com atividades lúdicas de Artes e de Música; Oficina do Saber, Cultura Ecumênica e Momento do Brincar, além de aulas de taekwondo. Outra importante ação desenvolvida pela entidade naquele local é o programa Espaço de Convivência, dirigido a idosos a partir dos 60 anos, que são convidados a integrar grupos de atividades esportivas, artesanais além de aulas de alfabetização.
 
 
 Coral Ecumênico Boa Vontade de Maringa com Gilberto Mensato, Cleber Maricato e Claudemar José Ferreira a vereadora Sandra Graça e o presidente do Legislativo Rony dos Santos Alves.
 
Rony dos Santos Alves, Juliana Lívia Bortolin, Luis Claudio Galhardi, Cleber Maricato, Claudemar José Ferreira e LeozitaBaggio Vieira
 
 
 
Claudemar José Ferreira, Cleber Maricato, Juliana Lívia Bortolin, Sandra Graça e Katia Marcos Gomes

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.