Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com a campanha “Municípios Juntos pelo Turismo”, a confederação pretende construir um plano estratégico para a retomada de viagens dentro do BrasilCom o intuito de minimizar os impactos negativos da Covid-19 ao Turismo brasileiro, a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) deu início a uma ação para incentivar prefeitos, iniciativa privada e entidades não governamentais a impulsionar o setor após o fim da pandemia. Com a campanha “Municípios Juntos pelo Turismo”, a confederação pretende construir um plano estratégico para a retomada de viagens dentro do Brasil.

A pandemia do novo coronavírus trouxe sérios prejuízos ao setor de turismo brasileiro. Somente no mês de março, o setor amargou um prejuízo de mais de R$ 14 bilhões, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). 

Para se ter uma ideia, apenas na segunda quinzena de março, a perda na área de Turismo foi de aproximadamente R$ 12 bilhões. O período coincide com medidas de isolamento tomadas por diversos governadores e prefeitos. Fábio Bentes, economista da CNC responsável pelo estudo, afirma que para o mês de abril são esperados mais prejuízos ao setor de turismo brasileiro.

“A tendência é que  o  mês de abril seja muito parecido o que foi no mês de março, na medida em que diversos estabelecimentos do setor continuam fechados, a restrição de passageiros e turista continuam a mesma da segunda quinzena do mês de março e diversas fronteiras continuam fechadas”.

A campanha “Municípios Juntos pelo Turismo” pretende ajudar a economia de aproximadamente 2,6 mil municípios. Marta Feitosa turismóloga da Confederação Nacional de Municípios explica que diversas cidades brasileiras tem o Turismo como principal atividade econômica.

“Então, o nosso setor é um importante vetor econômico para o desenvolvimento dos municípios. O Turismo é realmente impactante”.

Segundo o Ministério do Turismo, em 2019 o setor movimento mais de R$ 238 bilhões, sendo responsável pela criação de mais de 24 mil vagas de emprego. Além disso, dados do ministério apontam que as atividades desse setor impactam em mais de 52 segmentos da economia.

Marquezan Araujo/Agência do Rádio

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios